24.7.15

Eu, tu, ele e nós!

Resultado de imagem para us in the crowd
Feelme/Eu, tu, ele e nós!Tema:Sentimentos!
Imagem retirada da internet
Mais do que dois já é uma multidão, mas por vezes estamos sem estar e mantemo-nos agarrados a fantasmas, mais ou menos reais, nos momentos supostamente importantes!

O que fazer quando somos todos, juntos a fazer amor? E não estou a falar numa orgia, parem lá de revirar os olhinhos. É igualmente complicado de gerir e tem sempre dois desfechos, ou nos vimos mais depressa, ou NUNCA mais, nada, nadinha...

Os cheiros, o toque, o enrolar de uma outra pele, o som e o tom de uma voz que não se adequa, tudo, mas tudo mesmo serve para nos transportar para a pessoa que realmente queríamos e ainda consegue despoletar todos os sentimentos que deveriam estar sempre presentes quando nos unimos fisicamente.

TANTA gente a padecer do mesmo, eu sei-o, porque por mais do que uma vez, já aconselhei algumas amigas a usarem o método da "viagem" mental, para suportarem o toque de quem há muito deixou de estar. É duro, é massacrante, mata aos poucos, e eu recuso-me, definitivamente, a fazê-lo, porque posso obviamente. Fazer amor é totalmente distinto de fazer sexo, podendo conviver ambos, naturalmente, se estivermos com a pessoa que nos liga os botões, quem escolhemos e realmente queremos na nossa vida, a não acontecer, chega como uma espécie de castigo e depois do "amor", chegam a culpa, os castigos emocionais e o afastamento.

Enquanto não estiver, totalmente livre e limpa, jamais juntarei o corpo a quem não me percorrer, inteiramente, a mente e o coração. Já me basta sentir, assim, a tua falta, lutando diariamente para te limpar de mim, a última coisa que preciso, é de fingir que me estás dentro, até porque não seria possível, o que tu tens não se reproduz, e sentir-me tocada por outras mãos, consegue-me fazer arrepiar, no mau sentido, até em lugares que não sabia possuir. Enquanto fores tu, não será mais ninguém, depois logo se vê!