25.8.16

O que faço afinal?


Sou escritora e blogger! Ai isso são profissões? YES, e bem trabalhosas por sinal. Não tenho colegas, a dinâmica é mono, a inspiração pode até vir do exterior, mas ninguém o poderá fazer por mim, porque tenho o meu próprio estilo de escrita e porque o que escrevo é muito expontâneo e gutural. São horas e horas e horas de pesquisa, a debitar vogais e consoantes e a tentar melhorar. O retorno é imediato e necessário, porque se não escrevo, entupo, afogo-me e quando finalmente o faço, pareço uma metralhadora, não consigo parar.

Decidi aliar um novo projecto a esta suposta capacidade e habilidade que possuo, e criei a Pena e Papiro. O que ofereço é basicamente um serviço de escrita por encomenda. "Aqui", cada pessoa pede que eu romantize uma parte da sua vida que pretende ver imortalizada. Elas têm os factos, eu tenho a forma certa de juntar as palavras. No final, e após conferido o trabalho, decidimos a encadernação e pronto, aí está.

Confesso que me distanciei um pouco do projecto, porque é trabalhoso e porque faço demasiadas coisas ao mesmo tempo, mas decidi que me vou empenhar, MESMO, a partir de Setembro e que vou dar resposta aos pedidos que começam a surgir. Tenho duas páginas no facebook, uma para o Sue Amado, no qual partilho os posts do blog Feelme (http://suesotto.blogspot.com) e outra para a Pena e Papiro, mas vou fundi-las, evitando-me a dispersão e concentrando-me assim no essencial.

A mulher que escreve tem que continuar a fazê-lo e todos estes anos de empenho começam a provar-me que é mesmo este o meu percurso. Lucky me!