Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2017

Ser tolerante!

Ser tolerante é ser destituída de egoísmo e é um trabalho mais intenso do que se pode imaginar, porque à mínima distracção, usam e abusam de nós!

Analisando-me de fora, percebo que tenho feito um esforço, real, para ser mais tolerante, permitindo que os outros se incluam, sem me abafarem o espírito, porque isto de estar sozinha, criando um espaço que seja reconhecido e respeitado, acarreta sentimentos de algum individualismo, e a verdade é que não podemos, nem devemos, viver apenas connosco.

O meu maior defeito, reconhecido sobretudo por mim, foi sempre o de dar aos outros muito pouca importância, ou talvez apenas a que mereciam, mas entendi que teria que condescender, aceitando que alguns jamais chegarão ao meu patamar e que os medos que os envolvem se transforma, amiúdes vezes, em arrogância e acabam a arremessar as pedras que lhes atingirão de volta.

Agora já perco algum do meu precioso tempo a tentar que percebam que não são donos da verdade, que precisam de saber ouvir, que devem…

Ritmos que fazemos por acertar!

Pessoas que entram em nós e na nossa vida, chegando com ritmos que fazemos por acertar, porque mesmo sendo diferentes, somos iguais no desejo de ficarmos juntos. Pessoas que nos dizem tudo o que precisamos de ouvir, porque se assemelha ao que já dizemos nós, há muito e a muitas outras pessoas. Pessoas que são fantásticas pela capacidade de nos olharem e verem o que ninguém consegue. Pessoas que são mais do que amores certos, são sobretudo as amigas que nos abraçam sem termos que o pedir.

Voltarmo-nos para quem nos segura de forma determinada, fazendo tudo o que queremos ver feito e sabendo do muito que ainda nos falta saber, deixa-nos prontos muito antes de sabermos que o estávamos. Sentirmos vontade de que sejam a quem recorreremos muito antes de todos os outros, até mesmo dos que já estavam "aqui". Termos quem nos levante de forma segura e tranquila, protegendo-nos de qualquer tempestade e sendo o lugar seguro que nos cansámos de ser para todos os outros. Correndo, ansios…

Pensamentos!

Olá a ti!

Olá a ti,

Estou a escrever para quem quero que sejas, na esperança que venhas assim, forte e determinado até mim. Quero que saibas de mim, TUDO, sem que precise de te ocultar o que não julgarás. Preciso que entendas do que sou feita e como poderei acrescentar a vida que terá que ser plena e inteira. Exijo que não andes à procura de mais nada para além de mim, porque por esta altura já terás o que tenho eu.

Olá a ti, eu sou a mulher que te serve e que precisa de saber quem és e o que te faz falta!

Não tenho tempo a perder. Não quero apanhar pedaços soltos. Não planeio carregar-te ao colo, porque eu carrego-me a mim mesma. Quero, isso sim, caminhar com os mesmos passos, seguros e acertados, na única direcção que nos servirá a ambos. De ti terá que vir o que me falta a mim. De ti e contigo deverá sobrar amor, paciência, entrega e muita amizade, porque preciso, desesperadamente, de um amigo real, alguém com quem conte a dormir, acordada, quando desato a correr, num desespero que ninguém co…

Quando se vai, vai!

Quando se vai, vai. Quando os sentimentos arrefecem terminas a tua ronda, acabas com as dores, os investimentos desenfreados e as decepções. Quando fazes o luto e entendes, segues em frente sem olhar para trás, uma única vez que seja, porque estarias apenas a perder tempo. Quando olhas para ti, com mais atenção, aceitas que és bem mais importante do que tudo o resto. Quando se vai, vai mesmo.

Tudo na nossa vida é cíclico. Tudo o que precisamos para termos os sentimentos que nos alimentam, chegam quando nos fazem falta. Mas quando levantas as paredes, divides os espaços e ficas no maior e mais confortável.

Tu em primeiro;
Tu à frente;
Tu a rir bem mais do que a chorar;
Tu a saberes de ti e a quereres-te muito.

Não adiantará, nunca, lutares mais do que é suposto e esperares para que te vejam depois, se não forem capazes de o fazer agora. Aceitar que nem todos seremos feitos da mesma massa e que poderemos ser mais do que aguentam, dá-nos a real perspectiva de quem somos. Parar de precisa…

Para sempre meu, para sempre teu, para sempre nosso!

Para sempre meu, para sempre teu, para sempre nosso!

O amor vai continuar, SEMPRE, a ter o peso que mais nenhum sentimento consegue, nem sequer o ódio. Todos ansiamos pelo "felizes para sempre", mesmo que não tenhamos a menor ideia de como o conseguir, mas as convenções, o viver de acordo com o que os outros pensam é que acaba por levar tudo de bom, numa enxurrada de água lamacenta, na qual não vislumbramos sequer o chão.

Vamos ter que alimentar o que tende a morrer demasiado depressa. Temos que saber investir e crescer com o que queremos da relação, porque de contrário o nós nunca existirá. Temos que cuidar de ter muitos cuidados com o que pensa e quer o outro, porque amar é um trabalho a tempo inteiro.

Tanto que se escreve sobre o amor e tanto que se deseja escrever e dizer, mas para quem ama nunca será suficiente. O "dido" do filme Ghost com o falecido Patrick Swayze, não serve. Quando amamos temos que ser capazes de o repetir um milhão e meio de vezes, se for p…

Pensamentos!

No meio do meu caminho...

No meio do meu caminho podem estar algumas pedras e certamente que estarão, mas até as pedras no meio do meu caminho serão importantes.

Tudo o que me "força" a superar obstáculos, deixa-me mais viva e com mais vontade de vencer. O que tanto insistem para que seja, não me desmotiva de continuar a ser eu mesma. Tudo o que venha de forma mais exigente, faz de mim uma pessoa mais determinada e ver passa a ser ainda mais claro.

Não vou mentir quando digo que também gostava de provar o fácil e o previsível, mas aparentemente, para mim só o que me desafia e mesmo que desgaste, não me vence.

No meio do meu caminho se estiverem pedras, eu saberei como as transformar em palavras, que por sua vez tocarão quem me faz falta.

Tu não estás no meio do meu caminho, porque não me impedes de avançar, mas estás presente em cada metro e quilómetro. No meu caminho e porque te desejei e esperei, estão todas as partes de ti, sobretudo as boas. Quero-te a caminhar comigo. Quero que saibas para que la…

Mundo meu, mundo meu...

Mundo meu, mundo meu, diz-me quem está mais danificado do que eu!

Quando não educamos os filhos para a frustração, eles crescem a não saber o que fazer quando as mãos se esvaziam. Quando não lhes mostramos, com atitudes, que nada é nosso, muito menos as pessoas, vamos acabar por ter adultos completamente danificados, inseguros e com um sentimento de posse que virá como resposta a todas as que não sabem dar.

Não pensem e nem sequer se atrevam a achar que isto acontece apenas neste século e com as novas gerações, porque o que há mais por aí são cinquentões e sessentões, já agora tonas também, porque não falo apenas de homens, a não saberem lidar com quem têm, ou tiveram do lado.

Mundo meu, mundo meu, quantas mais histórias ainda não sei eu?

Por muitos anos que viva, nunca conseguirei entender relações totalmente baseadas no domínio de um sobre o outro. Ninguém pertence a ninguém, porque não estamos a lidar de objectos, mas sim de vontades, com corações que batem porque bombeiam sangue, r…

Pensamentos!

Ele não precisa de ter...

O homem que eu amo não precisa de ter o que os outros consideram ser certo. O homem que amo, não tem que ser de nenhum formato especial, porque já tem todo o que preciso. Ele não precisa de ter uma voz diferente, apenas um timbre que eu reconheça e distinga de todas as outras vozes que oiço diariamente. Ele não precisa de ter olhos verde água ou azul céu, porque os meus são cantanho- terra e passam TUDO o que sinto de cada vez que o estou a tocar e a sentir. Ele não precisa de ter pés de dançarino, mesmo que a dança faça parte de cada parte minha. Ele não precisa de me ter demasiado amor, apenas aquele que me fizer sentir sempre amada.

Ao homem que amo saberei perdoar o que lhe faltar, porque eu mesma falho em tanto que certamente precisará. Ao homem que amo darei o que sei e consigo, esperando que arrisque o suficiente para ter o que me manterá assim, a não precisar de muito mais, mas precisando de tudo. Ao homem que amo, quero passar o que não passo a mais ninguém, dando-lhe o únic…

Os "nossos" fantasmas...

Alguns conseguem manter os seus fantasmas como se de uma colecção se tratasse. Carregam, na vida, tudo o que lhes proporcionam e na maioria das vezes, apenas sofrimento. Ter fantasmas, muitas das vezes, serve-lhes para que não se libertem do passado, porque a esse pelo menos já conhecem. Osnossos fantasmas, os meus e os teus, podem ser esfumados, esmagados e dissolvidos, mas há que se ter força e coragem.

Algumas pessoas não assumem novas relações e encontram, em cada uma, erros, incapacidades e razões para continuarem a ter razão, afastando-se irremediavelmente. Têm obviamente fantasmas e por vezes nem se apercebem, porque por norma não se analisam, nem à forma como se relacionam com os outros.
Os nossos fantasmas podem ir crescendo multiplicando-se a velocidades estonteantes e nessas alturas percebemos, todos os que estão de fora, que os comportamentos são absurdos e incoerentes. Caramba, pareço uma profissional de saúde. A verdade é que lido com tanta gente danificada e em negação, …

Pensamentos!

Deixar ir...

Quando acordas a saber que tens um milhão de tarefas por realizar, lugares para estar e pessoas para cuidares, deixas ir quem não te poderia acompanhar o passo!

De cada vez que decidem avaliar-te, nunca o fazem calçando os teus sapatos, apenas olham para as partes mais visíveis da tua vida e tecem considerações, baseados em porra nenhuma ou talvez nas suas vidinhas de merda. Hoje não estou azeda, estou dura e implacável com os que não mexem, um dedo que seja, para serem mais, é que sempre que acordo tenho mais e melhor para fazer, é tarefa que não termina e a terminar, já estaria eu engavetada, pronta para nunca mais ser nada nem ninguém.

Estou, cada vez mais, incrédula com a enorme displicência com que vivem TANTOS, mas TANTOS, que arrisco dizer que não estamos no mesmo mundo. Quem é que se pode atrever a queixar-se de uma vírgula fora de contexto, quando alguns não sabem nem como alimentar ou cuidar dos seus? Como se podem dar ao luxo de ter luxos emocionais, quando outros apenas s…

Pensamentos!

Olhares que dispensamos uns aos outros!

Nem sempre andamos atentos, o bastante, para nos oferecermos olhares verdadeiros. Nem sempre conseguimos ver para além das pessoas, julgando-as pelo que somos. Nem sempre somos bem sucedidos, porque gastamos precioso tempo a pensar, ao invés de perceber.

Quais são os olhares que dispensamos, uns aos outros? De que forma usamos os olhares quedispensamos uns aos outros, para nos vermos mesmo? Quando é que conseguimos olhar sem ideias preconceituosas, apenas tentando ver quem está à nossa frente?

Nem sempre andamos a passo com quem está a caminhar connosco, porque nos perdemos no que acreditamos ser a realidade de todos. As noites poderão tornar-se bem mais frias, se nos mantivermos de forma teimosa, no que só poderá ser insegurança. Os dias, esses, estender-se-ão tanto, que chegar ao fim de cada um passará a ser uma dura batalha.

Se cada um fizesse o que lhe cabe, tanto que conseguiríamos olhar e ver. Se os nossos sentimentos fossem envoltos em mais humanidade e respeito, tanto que ganh…

São poucos...

São poucos, muito poucos os que sabem quem sou e o que carrego comigo. Pode até ser demasiado, mas é o que me basta para que baste a quem se cruzar comigo. São poucos e assim se manterão, porque não planeio abrir muito mais o livro, não porque precise de o esconder, mas porque o trabalho deverá ser feito por quem entender que me quer. São tão poucos os que me conhecem, mas assim nunca me sinto responsável pelos que parecem não conhecer nada. De tudo o que vou aprendendo, porque faço questão de aprender todos os dias, guardei a verdade que me acompanha, só nos conhece quem guarda tempo para o fazer.

São poucos os que planeio conhecer agora. Não porque esteja acima, e talvez até esteja mesmo, de alguns, mas porque o meu tempo é demasiado curto para TUDO o que tenho para fazer. São, cada vez, menos, poucos, pouquíssimos, os que me conseguirão roubar sorrisos, momentos meus e sonhos. São poucos os que amo e a esses amarei sempre, sem qualquer esforço ou exigência, porque amar é um direito …

A ironia da vida...

Quando o tempo que deveria passar, passa, a ironia da vida junta-se ao que fomos, muitas das vezes apenas "palhaços" neste ENORME circo emocional e conseguimos ver o que parecia enublado antes. Quando estamos necessitados de tudo o que nos alimenta o coração, acabamos por cair em embustes totalmente desenhados por nós. Quando não estamos, firmes, em ambos os pés, somos levados a balançar por quem de outra forma nunca se fixaria em nós.

A ironia da vida é sabermos arrecadar tudo o que ela nos trás, e aceitar. A ironia da vida é percebermos que os amores grandes, os que julgámos ser o da nossa vida, o seriam apenas por um momento. A ironia davida é a nossa eterna impreparação para com os que aparentam saber bem mais do que nós, porque esses nunca desistem do que lhes faz bem e sugam a nossa felicidade para se alimentarem por mais algum tempo.

Mesmo que não tenhamos rótulos que nos avisem de perigos, vamos tendo o bom senso que cultivámos e tarde ou cedo ele acabará por se impo…

Qual é o tamanho do teu amor por mim?

Qual é o tamanho do teu amor por mim? O que consegues dizer ou prometer para que eu entenda e possa avaliar? O que estás disposto a fazer por mim, sabendo que farei por ti, a dobrar, três ou quatro vezes mais? Será que consegues determinar a extensão da tua vontade e coragem?

Não estou a cobrar. Não estou a querer pesar ou medir, ou talvez até esteja, mas estou, isso sim, a querer que me queiras de igual forma, com toda a determinação que sempre se coloca no amor, porque se não existir, não temos nada.

Já tiveste como saber de que forma o meu amor por ti é real e o que sou capaz de fazer por ti. Já tiveste, muitas provas, tantas que nem consigo contabilizar, do que representas na minha vida e como sem ti tudo o que tenho é pouco. Já tiveste, no meu olhar, a confirmação de que é contigo e por ti que estou capaz de empreender esta viagem. Já me tiveste, vezes que bastem para que não te baste apenas sonhar-me.

Qual é o tamanho do teu amor por mim? Não quero ter que o perguntar sempre, mas…

Quem chega, teria que chegar!

Algumas pessoas são-nos trazidas pelas mãos de outras, porque o Universo já não encontrava outra forma de as pôr no nosso caminho. Algumas pessoas conseguem surpreender-nos, pelo que sabem e carregam, mesmo que estejam algo "desfasadas" da realidade actual. Não deixa de ser curioso, percebermos que todos nós, sem excepção, temos um papel e que a ser bem representado, pode mudar vidas.

Quem chega, teria que chegar e aceitá-lo permite-nos entender TANTAS coisas. Por vezes temos perguntas que vão ficando lá atrás da nossa mente, não serão das que matam ou moem, mas algumas carregam um peso de dúvida latente, mesmo que continuemos nas nossas vidinhas de sempre. Mas um dia, para o que nos parecerá ser de repente, as respostas chegam e muito do que até já julgávamos ser, passa a sê-lo realmente. É reconfortante, porque permite-nos continuar a confiar nos instintos e na avaliação que a nossa experiência e discernimento construíram.

Quem chega, teria que chegar e abraçar novas vidas …

Uns quantos ainda sonham grande!

Ainda consigo cruzar-me com quem me surpreende pela vontade de fazer acontecer. Ainda vou vendo exemplos de perseverança e desejo de sucesso. Uns quantos de nós, talvez já mais raros, ainda sonham grande e curiosamente, quanto maior são os seus sonhos, mais depressa os atingem!

A vida é um emaranhado de portas e janelas que se vão abrindo e fechando, nem sempre à velocidade que desejamos. A vida escorre-nos pelas mãos se nos distrairmos e é mesmo por esse motivo que uns quantos decidem agarrar tudo o que lhes chegar. A vida são aos amores que nos amam e que nos recordam, quando decidimos esquecer-nos, que vale a pena sentir cada um. Amas-me, sim, não ou talvez? A vida, a minha e a tua, parece estar embrulhada numa manta que nos aquece por dentro o bastante para não nos querermos deixar ir. A vida está a ensinar-me a guardar umas quantas palavras, para mais tarde, mas cedo o suficiente para que nada fique por dizer. A vida, e isto precisas de saber por mim, melhorou e MUITO, desde que…

O Mundo!

O Mundo. O meu, O teu. O que criamos juntos. O mundo que os outros conseguem ver através do nosso mundo e depois e mais importante, o mundo real!

Não adianta querermos fazer girar o mundo dos outros para o nosso lado, porque o mundo que carregam, desde muito lá atrás, tem uma velocidade muito própria e nunca estará na mesma rota do nosso. Não adianta querer perceber o que desacelerou o mundo de alguns, ou até poderemos, mas apenas estaremos a atrasar a nossa própria velocidade e tudo acabará descoordenado. Não adianta esperarmos que se acertem, porque a forma como vêem o mundo dos outros, reflecte o seu.

Não há nada de errado em sermos diferentes e em não termos pontos em comum. Nada nos obriga a aceitarmos o que não nos entra, dentro, mesmo que o desejemos muito. Não devemos, em momento algum, deixar que nos "arranquem" o que nos define, apenas para tentar manter quem sempre encontrará uma razão para partir.

Quando encontramos alguém, ficamos face-a-face com dois mundos e o…

You and me!

What we have, you and me, will never go away. What we built, mainly me, feeds us everyday and through out the night. What we feel, when we are not feeling each other, hurts more than I can put into words, that´s why you and me will continue.

You and me are a serious case of heartbreaks. You and me can go too deep, but we still come back and keep loving the love we have. You and me are a match and nobody else will fill our place. You and me can go far, and we will, because I wont forget to remind you, everyday.

How could you only trust your truth? How could you let me go, without even looking, straight at my eyes? How could you forget our love and allow the world to dream for us, in our place? How can you, still, live without my touch, my smell, the lips which I stuck on you? How could you?

You and me will go on, for ever and ever until we stop being us. You and I can climb any mountain and face any fear, but only together. You make my world softer, but I rock yours so hard you will nev…

Tempos!

O meu tempo contigo tem que carregar o teu tempo comigo. Se não nos envolvermos, sem pressas, mas com toda a pressa que têm os que se desejam, os nossos tempos nunca conseguirão ser os mesmos.

A nossa vida, neste momento até pode parecer um jogo tonto e nada sério, mas é assim que se começa, pelo início, brincando com o que queremos que passe a ser sério. A nossa vida, agora passa por dizermos o que carregamos, de que forma pensamos, um no outro e arrumando o que ficou por trás. Não estás enganado, porque nunca o faço. Sentes que a tua força se envolve na minha vontade de recomeçar e que o farei, uma e outra vez, até acertar, porque eu das resistentes. Já sabes, porque to disse, que estou determinada em encontrar o amor que me serve e que bem poderá ser o teu.

Já não aceito tempos mortos, está muito em jogo, tenho muito para decidir e outros lugares onde estar. Já não entro em batalhas nas quais apenas eu lute. Já não deixo nada por dizer, mas passei a guardar o que apenas a mim diz …

Os amores reais!

Amores reais. Quando recebes o teu, percebes o que o distingue dos outros. A pessoa que te ama, sabe quem és e o que precisas para ser feliz. A pessoa que te ama não se poupa a esforços para te fazer sentir a mais importante, deixando-te no lugar que te pertence, sem esforço e de forma tão natural, quanto natural é amar-te. Os amores reais vêem-se a milhas, porque apenas deixam rastos de certezas. Os amores reais não cobram, não amassam, porque sabem ler nas entrelinhas e detectar os medos que afastam os que receiam ser preteridos. Os amores reais esperam de forma paciente, que o outro possa acertar os passos que passarão a ser dados a dois. Os amores reais não se camuflam, nem enganam, revelando-se mais tarde, depois de toda a dor já ter sido infligida.

Quem já tiver o seu amor real, que se agarre, forte e consciente de quanto é raro acertamos com alguém diferente, mas que mesmo na diferença consegue querer o mesmo e lutar pelo muito com que se embrulharão ambos.

Não é difícil ser ab…

O mundo não gira à nossa volta!

É um facto que o mundo não gira à nossa volta e nem só para o mesmo lado, por isso aceito cada dia melhor, aqueles que nada fazem, nem por si mesmos e muito menos pelos outros. Aceito porque não me cabe a mim mudá-los, nem ensinar-lhes o que nunca serão capazes de aprender. Cada dia que passa entendo porque algumas pessoas nunca poderiam ter ficado na minha vida, porque na verdade eu sou a que faz acontecer. Eu acordo, determinada, mesmo que exausta, para cuidar de todos. Eu não uso a preguiça mental para me encostar e simplesmente não me mexer. Eu não permito que os meus planos sejam apenas isso, quero mais e vou atrás do que tenho direito. Quem estiver comigo terá que meter a quarta, a quinta e a sexta e fazer com que a vida aconteça. Quem estiver comigo vai precisar de saber ouvir, não falando apenas. Quem estiver comigo vai ser julgado e avaliado, porque não lhe irei pôr a mãozinha na cabeça, isso só aos meus filhotes, a quem também acompanho com umas quantas "palmadas"…

Se te ouvir, toda eu mudo!

Se te ouvir, toda eu mudo! É incrível o poder que exerces sobre mim e como a tua voz mexe comigo ao ponto de parar de raciocinar. Eu zango-me, empurro-te, protesto com os teus nadas, e tu ficas quieto, tranquilo, à espera que eu volte ao que sou para que me possas chamar. Não sei como consegues, e porque te dou este controle, mas sabes-me tão bem de cada vez que me tocas, sempre que os teus beijos inundam a minha boca de um sabor que só tu tens, que quando chegas e dizes que vieste para ficar, tudo para trás para de importar.

- Porque achas tu que consegues viver sem mim?
- Estica-te lá, já estás a inchar como os sapos, és mesmo convencido.
- Gata assanhada, anda cá que estou cheio de saudades de ti toda.

Acho que nenhum de nós entende esta relação de amor-ódio. Queremos sempre muito de nós, mas a verdade é que, rapidamente, nos enchemos tanto, que quase rebentamos, de amor, de um cansaço bom, e das palavras com que te inundo. Sou mulher e por isso quero saber de tudo. O que pensas. O…

Quando não se sabe...

Quando não se sabe, pode-se até fazer mais mal do que bem!

Estares na minha vida traz-me responsabilidades, sinto que preciso de cuidar de ti,  de te deixar bem, comigo. Com os percursos que ainda continuas a fazer em dias teus, mas dos quais e nos quais me "intrometo", entrando de mansinho na tua pele, tentando que a minha presença, ainda tão pouco física, te ajude a superar o que ambos sabemos ser difícil.

Quando não se sabe, podem-se cometer erros irreversíveis, daqueles que nos magoam por dentro, nos deixam mais vazios, amargos e isso é tudo o que não quero para nós. Amar-te tem sido tão fácil, uma revelação e uma caminhada quase familiar, tal como disseste, parecemos reconhecer-nos, sentindo-nos próximos e não conseguindo conceber dias em que não estejamos um para o outro.

Há dias em que a minha felicidade me faz sentir infeliz, porque duvido do que escolhi e da forma que me permiti permitir. Há dias em que não acredito que chegaste, assim, a parecer do anda, mas talvez …

Podemos receber o que formos capazes de visualizar!

Podemos, se o quisermos, receber quem antecipámos, mesmo quando parecíamos não estar à espera de ninguém. Podemos receber tudo o que soubermos colocar em imagens, mesmo que sejam emocionais, porque na realidade essas serão as mais importantes. Podemos receber amores novos envoltos em pessoas reais, das que nos aparecem quando pedimos e não desaparecem quando nos distraímos. Podemos voltar a estar prontos, mesmo depois de alguma "asa" derrubada, porque um dia depois do outro, muda tudo, sobretudo o anterior. Podemos receber mais amor, e devemos, se o anterior não nos bastou.

Podemos receber o que formos capazes de visualizar, e quando nos apaixonamos, munimo-nos de muitas imagens, todas as que nos permitem construir alguém que desejamos materializar. Os começos são sempre cheios de boas vibrações, muitos sonhos e milhares de palavras. Os começos carregam uma energia que se instala e nos deixa a levitar. De cada vez que nos impelimos a continuar, renovamo-nos por dentro e mante…

Não sei quando, mas sei como!

Não sei quando te vou ter, todo e apenas para mim, mas sei como te quero. Não sei quando posso deixar de me despedir de ti, ao fim do dia, quando o que me apetecia era não te largar mais, mas sei como te posso deixar ir embora levando-me comigo. Não sei quando acertaremos a nossa história para podermos escolher um lugar e o tempo certo, mas sei como me saberá bem saber que estás ao meu lado. Não sei quando conseguirei que percebas que apenas posso ser a tua mulher, e de mais nenhum outro, mas sei como te provar, bastando que me toques e me sintas quando estás em mim.

Amores como o nosso não devem ser desperdiçados. Amores que se reconhecem e caminham com a mesma passada, não podem ser afastados. Amores que sabem do que falam, porque falam a mesma linguagem. Amores que ninguém entende, por sermos tão diferentes que nos igualamos, mas que entendemos nós. Amores que se perdem, um no outro, em todos os beijos que nos alimentam e em todo o amor que os corpos conseguem aguentar.

Não sei quan…

Quem encontrou a fonte do amor?

Alguns de nós, os afortunados, espalhamos amor aos quatro ventos e conseguimos, de uma forma ou de outra, encontrar quem se acerte no momento que estamos a viver. Não sei quem encontrou a fonte do amor, mas a existir é dela que tenho bebido. Não temos alimento mais completo, nem tão restaurador. Não sabemos, nem nós neste século, nem os que se passearam por todos os outros, de algo que faça mais sentido, ou regenere de forma tão perfeita, corpo e alma.

Quem encontrou a fonte do amor que se acuse e não seja egoísta, porque certamente que dará para mais uns quantos!

Talvez eu mesma tenha uma reserva infindável, porque amar é um verbo que uso para me manter viva, de bem comigo e a parecer que apenas carrego estrelas por identificar. Talvez eu tenha aprendido de que forma posso ir beber mais, nunca padecendo do que entendo servir para nos fazer bem e deixar ainda melhor. Talvez eu saiba amar o bastante para que outros, um de cada vez, me vá amando. Talvez precise de me partilhar mais e ao…

Não aceito!

Que me perdoem os mais crentes, mas eu não aceito que quem ame seja capaz de deixar ir. Deixem-me lá vender o meu peixe para ver se me consigo explicar:

. Primeiro ponto - Se estamos disponíveis para abrir as mãos e deixar ir um amor, lamento, mas não
  é amor e nunca pode ter sido. Nós somos seres territoriais. Nós movemos céu e terra para termos, ao   nosso lado, quem escolhemos amar e é por isso que NUNCA abdicaremos dessa pessoa, a não ser
  que algo tenha arrefecido, ou adormecido. O que acreditavam ser amor, meus amigos, não era
  mais do que uma paixão e por norma elas ardem tão depressa que depressa se apagam.
. Segundo ponto -  As relações carregam imprevistos, equívocos e dúvidas, mas quem ama, salta até     de pontes altas, se preciso for e retira qualquer pedra do caminho.
. Terceiro ponto - O amor não vem num estágio imediato, ele tem que ser maturado e construído,  
  com persistência, desapego, respeito e entrega e é por esse motivo que muitos não o chegam sequer
  a r…

Que vontade...

Hoje estou com esta vontade, que até chega a parecer absurda, de continuar a ter vontade de ti. Tenho o amor ao rubro e cada um dos desejos que acumulei capazes de me fazerem implodir.

Que vontade de te agarrar, com força, e de te dizer tudo o que tenho aqui, reservado, para ti. Quevontade de ser e de ter mais, muito mais do que vontade, porque num dia como o de hoje eu saberia mostrar-te quem sou e o quanto sinto falta de te sentir. Que vontade de te amar à minha maneira, sem recuos nem travões. Que vontade de te "gritar" que sou eu e que sem mim, nem metade de ti valerá a pena. Que vontade de já não ter mais nada para dizer, porque isso significaria que tinha arranjado forma de te dizer tudo.

Não sei o que tenho hoje e porque é que te sinto com mais intensidade ainda. Não sei se é a primavera no seu apogeu. Não sei se apenas sinto falta de tudo o que sentia contigo. Não sei muito sobre esta minha força nos sentimentos, mas sei que estou com vontade de ti. Muita. Mais do qu…

Como resisto ao amor que tenho por ti?

Como resisto ao amor que tenho por ti? Como tiro da cabeça o olhar que me ofereceste quando te vi pela primeira vez? Como recupero o meu sorriso, quando ele ficou preso em ti e apenas permite que os meus lábios se movam, se for para pensar no que já representaste? Como resisto ao amor quetenho por ti, quando percebo que passei a minha vida toda à procura do que tens?

Tantas perguntas, que ainda não tive forma de responder, mas que vão soando, como sinos, enchendo-me do que já vivi contigo. Ainda tenho como recordar as noites que passámos, falando de nós, sentindo-nos e sonhando com o que seríamos capazes de fazer. Sei que não posso fingir que já não mexes com todas as partes de mim, até com as que nem sabia ter, porque de cada vez que repito o teu nome, estou a reforçar o amor que te tenho. Gostava de poder reescrever a nossa história, começando-a, do início, outra vez. Gostava de poder manter o que antes parecia já fazer parte de mim, porque a falta do teu toque e da tua voz está a v…

Pensamentos!

Triagens!

Se não as fizermos, as triagens, muito provavelmente acaberemos a desistir do que nos parecia tão certo e óbvio no início!

Por este andar vamo-nos tornar cada vez mais corporativos nas relações. Vamos passar a reunir em grupo, talvez de dois, mas já não digo nada e seguir os pontos da agenda. Maximizar o tempo pode dar algum jeito, por isso se formos eliminando os candidatos. Abençoados os que conseguem ter vários, mas certamente que até mesmo para esses, com os anos as opções acabarão por diminuir. As triagens nas relações poderão até tornar-nos mais cerebrais, mas acredito que seja esse o caminho, afinal de contas essa é das principais queixas do mundo masculino, segundo ele, as mulheres pensam demasiado com o coração.

Não sei, e agora fora de brincadeiras, que futuro estamos a delinear, porque parecemos estar tão à deriva, mas cada vez mais exigentes, que o pior cenário passará por pessoas bem-sucedidas profissionalmente, dominando os seus dias na íntegra, até que dominar deixe de…

É preciso tão pouco...

Cada vez preciso de menos. Menos tempo para fazer o tempo crescer. Menos espaço para conseguir ter mais cantos, no meu canto. Menos pessoas para me recordarem do que posso conseguir, se tiver as certas. Menos dinheiro para comprar o que não me faz falta. É preciso tão pouco e eu preciso de tão pouco para ser feliz. Preciso de amor às toneladas. Preciso de risos genuínos e palavras sensatas. Preciso de motivação de quem é naturalmente motivado. Preciso de colo quando quero sentir-me mais mimada. Preciso de beijos que não se descolam porque me sabem a quem sabe de mim. Preciso de um corpo que apenas se deite ao lado do meu, porque o terá sempre que desejar.

Tudo aquilo que mais falta me faz, não se compra, não custa dinheiro, nem sequer exige habilitações próprias. É preciso tão pouco e eu preciso de cada vez menos.

Já não me perco por muitas viagens emocionais. Quero a paz que se instalou e que não pretendo desbaratar. Já não procuro o que ainda não tive, porque não foi necessário à m…

Como é que um perdedor pode ganhar?

Nem sempre o que perde fica com menos. Nem sempre o que perde se vê incapaz de voltar a tentar. Nem sempre o perdedor perde mais do que aquele que simplesmente não deu, porque até tinha muito pouco. Nem sempre sabemos como é que um perdedor pode ganhar, sobretudo se formos nós, mas o tempo e todos os que entrarão depois do pano se fechar, trarão a resposta.

Como é que um perdedor pode ganhar? Não permitindo que a vontade de desistir o invada e se cole no desamor que veio sem pedir. Como é que um perdedor pode ganhar? Vendo para além da perda e percebendo que tudo serão percursos e que não adianta querer saltar alguns. Como é que um perdedor pode ganhar? Usando tudo com mais sabedoria ainda e regressando, uma e outra vez, ao ponto de partida, porque apenas assim a corrida será feita com clareza. Chegar à meta depois disso, será ainda mais apetecível. Como é que um perdedor pode ganhar? Não ficando com quem apenas lhe infligiria mais dor e menos lugar, porque precisamos, todos, de saber…

Pensamentos!

O que aprendeste?

O que aprendeste e o que precisas de mudar?

Mesmo que não nos saiba bem e não o desejemos, o errado também nos ensina muito. No que quer que façamos pela primeira vez, teremos sempre que passar pela etapa teste, e os testes apresentam resultados que devemos analisar com cuidado, mesmo que sejam falíveis e nem sempre credíveis.

Sermos nós o objecto. Sermos os que terão que experimentar o sabor, mesmo que amargo, para o podermos manter ou mudar. Sermos nós a dar os passos, na primeira pessoa, sem redes e muitas vezes sem segundas oportunidades. Sermos os que avançam quando a vontade maior seria a de correr, sem olhar para trás, faz-nos carregar um peso muito grande, para alguns, demasiado grande.

- O que aprendeste? - Perguntaste-me tu.
- Aprendi a ser mais arrojada. Aprendi a querer com mais calma. Aprendi que apenas posso estar na
 metade que me cabe e que devo querer a metade TODA que resta. Aprendi que afinal estou mesmo
 pronta e que posso, quero e devo, ter na minha vida quem me q…

Todos nós nos apaixonamos...

Todos nós nos apaixonamos um dia, por vezes é muito certo e sabe bem, outras é tão errado que até a saber bem faz mal!

Temos que aprender a respirar nos intervalor. temos que saber reconhecer que alguns momentos serão apenas isso, sem muito mais para recordar. Temos que querer guardar o que foi bom, o que nos encheu o corpo e arrepiou a pele, mas precisamos, também, de saber deixar ir o que nunca se instalou. Temos que saber saborear tudo o que for novo, porque com ele e depois dele, o que for diferente permanecerá. Temos que querer continuar a sentir a paixão que nos inflama. Temos que nos manter, determinados a passar para o estágio seguinte, porque depois da paixão virá o que entrará, de mansinho, em nós e por nós saberá como ficar.

Todos nós nos apaixonamos, uma duas, três e muitas outras, tantas quantas houver quem nos consiga despertar paixão. Todos nós nos apaixonamos, desejando que a paixão não se esfume e que nos recorde, dia sim e muitos outros dias também, porque razão o fiz…

Não sei o que é ser pai!

Não sei o que é ser pai! Não sei de que forma, sentem os medos e as conquistas dos filhos. Não sei se o coração também se lhes encolhe, até ficar demasiado pequeno para respirarem, de cada vez que a sua prole se magoa ou coloca em situações de perigo. Não sei ao que lhes sabem os beijos que dão quando ainda não nos encurtam as manifestações de amor. Não sei se identificam os choros e se serão realmente tão fortes quanto fazem parecer. Não sei que força imprime a mão de um pai que aperta, de forma segura a do seu filho. Não sei se o faz alheado de tudo, apenas porque precisa de o proteger, ou se também ele sente que enquanto as mãos estiverem enlaçadas, aquele ser que ajudou a nascer, lhe pertencerá na íntegra. Não sei se apenas concordam com as mães para que não se aborreçam, ou se sentem, mesmo, que elas preenchem a parte que eles não possuêm. Não sei o que sonham de cada vez que sonham com o futuro dos filhos e se também se vão revendo no que fazem e dizem. Não seioque é ser pai e n…

Não sei tudo!

Não sei tudo, não sei mesmo, mas na verdade nem quero, porque se soubesse, se percebesse o que me esperava a cada passo, provavelmente já nem tentaria caminhar. O novo. O desconhecido. O que nos ilude e faz sonhar, tudo serve para que andemos por aqui com mais vontade.

Não sei tudo e não preciso. Não sei tudo, mas sei o que é preciso para continuar a precisar de ti. Não sei tudo, mas já soube muito menos. Antes de ti inundava-me de dúvidas e incertezas. Antes de ti costumava achar que sabendo tudo poderia ser mais feliz, mas vieste provar-me o quanto estava errada. Não sei tudo para a frente, mas o agora já está tão bom, que se soubesse mais rebentava como os sapos, mesmo que fosse de prazer.

Quando achas que já te surpreendi, eu puxo de mais umas quantas palavras e deixo-te de boca tão aberta que para a fechar tenho que te beijar. Quando pensas que o meu corpo já te deu tudo, eu mostro-te como o movo por ti e não consegues fartar-te de me ter. Quando te digo que sou capaz de mais amor…

Pensamentos!

Um dia serás meu!

Um dia serás meu e eu vou-te mostrar  o que tenho guardado todo este tempo, e só para ti!

Eu sonhei contigo e senti quem eras e de que forma chegarias. Eu percebi cada um dos teus traços e eram tão definidos, que quando te vir saberei, sem qualquer dúvida, que és tu. Eu já te tive, uma e outra vez, num amor que nos envolve de forma que não se contesta, porque não nos vamos conseguir resistir. Um dia serás meu e tudo o que te disser fará sentido.

Nem sempre temos certezas. Nem sempre encontramos saídas ou vemos a luz no final do túnel, mas a ti já vi e gostei de tudo. Um dia serás meu e pouco terás que fazer para que te entregue o coração que até já te pertence.

Não vou querer depender de ti, não é o que sinto agora. Vou querer, tal como quero agora, precisar de ti, tanto e sempre, que nunca precise de nada mais. Não sei porque te sonho assim, noite após noite e todas as noites, reencontrando-te com uma felicidade que já nem explico. Não sei porque és tão nítido. Não sei porque tens um…

Como se termina uma relação?

Como se termina uma relação? Será que existem modelos próprios a seguir? Eu acredito que sim, mas vou-vos deixar o que acho ser a melhor solução. Para mim é mesmo terminar à bruta. Acham que eu estou a brincar? Mas olhem que não estou, os pensos rápidos devem ser arrancados de uma vez só, dói muito menos e vocês até sabem que sim.
Ultimamente e com as novas tecnologias, ouvimos falar de aberrações bem maiores do que a que sugeri, desde acabar por e-mail, por s.m.s, ou então, e no top das preferências, não dizendo nada, fugindo e desaparecendo. São tantas as queixas que já podia escrever um novo romance.
Não é fácil,CLARO, dizer ao outro que já não o queremos, já não gostamos da forma como gosta de nós e já não estamos na mesma sintonia, mas nada como usar as palavras. Vamos ter que ouvir os choros inevitáveis. Vamos sentir o desespero, mas vamos permitir que exista dignidade no fim. Não me parece que seja pedir muito.

Acabar uma relação será sempre penoso para ambas as partes, e implica …

Pensamentos!

Quando tem que ser, é...

O universo é fabuloso e se estivermos atentos percebemos que ele nos arranja, sempre, alternativas e oferece-nos a possibilidade de sairmos do que nos prende os movimentos. Podemos estar a marinar num amor morto. Podemos ter emperrado num emprego sem futuro. Podemos ter relações de amizade ou familiares que não nos preenchem. Na verdade não importa o motivo, o que importa é a forma como olhamos para as soluções e elas existem.

Quando tem que ser, é. Senão vejamos:

. Estamos de mãos cheias para mudar de vida, de terra, de emprego, de tudo, será que faz sentido ocuparmos mais de 80 por cento do nosso tempo com quem não gasta 1 segundo connosco?
. As malas estão prontas para uma viagem sem retorno, qual é a lógica de nos desgastarmos com quem não muda sequer de sofá?
. A relação de muitos anos ficou resolvida judicialmente, será que temos que nos continuar a focar nos pormenores técnicos, ou apenas seguir em frente?

Quando tem que ser, é, e não adianta olharmos para o lado contrário. Todo…