A ironia da vida...

março 26, 2017
curly, girl, hair
Feelme/A ironia da vida...Tema:Sentimentos!

Quando o tempo que deveria passar, passa, a ironia da vida junta-se ao que fomos, muitas das vezes apenas "palhaços" neste ENORME circo emocional e conseguimos ver o que parecia enublado antes. Quando estamos necessitados de tudo o que nos alimenta o coração, acabamos por cair em embustes totalmente desenhados por nós. Quando não estamos, firmes, em ambos os pés, somos levados a balançar por quem de outra forma nunca se fixaria em nós.

A ironia da vida é sabermos arrecadar tudo o que ela nos trás, e aceitar. A ironia da vida é percebermos que os amores grandes, os que julgámos ser o da nossa vida, o seriam apenas por um momento. A ironia da vida é a nossa eterna impreparação para com os que aparentam saber bem mais do que nós, porque esses nunca desistem do que lhes faz bem e sugam a nossa felicidade para se alimentarem por mais algum tempo.

Mesmo que não tenhamos rótulos que nos avisem de perigos, vamos tendo o bom senso que cultivámos e tarde ou cedo ele acabará por se impor, recordando-nos do que até já sabíamos, mas precisávamos de ter vivido. Afinal de contas, nem tudo tem que ser sucessos e risos, as lágrimas e as quedas também nos ensinam muito sobre quem somos. Mesmo que chova uma semana inteira, nós sabemos que o sol virá e quando acontecer, iremos desforrar-nos de tudo o que nos impedimos de fazer, por comodismo, porque na verdade até à chuva se corre. Até à chuva se aprecia a beleza da natureza e até à chuva se faz amor. Mesmo que não existam manuais, a nossa intuição raramente falha, mas temos que saber provar de outras comidas e conseguir caminhar por outros caminhos, porque é isso que nos oferece a vida e a torna mais valiosa.

A maior ironia da vida é conseguirmos amar, muito, desesperadamente alguém, mas quando ela nos vira as costas viramo-nos para outro amor, porque ele poderá ser ainda MAIOR. A maior ironia da minha vida, até hoje, foi ter percebido que continuo a ser a mesma até depois de grandes quedas, porque há muito que me construí assim, forte, corajosa, determinada e pronta. Quem já estiver pronto também, que venha até mim!
Enviar um comentário

Relações que não se relacionam...

Com tecnologia do Blogger.