Sem ti...

Woman in Grey Shirt during Daytime
Feelme/Sem ti...Tema:Sentirnentos!
Imagem retirada da internet


Sem ti nada corre como antes. Os meus risos não são naturais, e até a minha vontade, sempre férrea, enfraquece. Sem ti, sou apenas uma pequena amostra de mim mesma. O que me prendia à vida era saber de ti, era ter-te, poder tocar-te, ouvir-te e ver-te, mesmo que por milésimos de segundos. O meu mundo apenas gira de forma natural quando estás por perto, porque tudo se encaixa e faz sentido.

A quem quero eu enganar afinal? O que sou eu sem ti? O que faço aqui e que caminhos escolho agora? Não me apetecia recomeçar. Não queria ter que olhar para dentro de mais ninguém, saber do que gostam e como beijam. Não precisava de repetir os toques que mexem comigo, e ouvir as palavras que me irão parecer ocas. Não queria ter que me repetir, falar de mim, outra vez...

Apetece-me gritar. Gritar-te que sem ti até o sol se apaga e a noite chega mais rápida, perseguindo-me e ensombrando-me. Saber que não te posso voltar a ver, ouvir ou tocar, tira-me o ar. Fico emersa num pânico que só consigo quebrar, porque quebro o ciclo e regresso a mim. As  batidas de um coração gasto e cansado aceleram a minha aparente calma e tenho que me virar e revirar para que ninguém perceba e para que eu deixe de perceber o que me faço a mim mesma.

Sem ti e depois de te ter tido, era como eu NÃO queria ficar. Sem ti estou e sou sem mim. Sem ti o meu olhar não olha a direito. Sem ti sou forçada a aceitar quem me pede que volte a ser a mulher que reconhecem. Sem ti, porque o escolheste, só me resta ser de outro...

You Might Also Like

0 comentários

O que quero agora!