Tempos!

by - março 24, 2017

2, clock pointers, hands of a clock
Feelme/Tempos!Tema:Sentimentos!

O meu tempo contigo tem que carregar o teu tempo comigo. Se não nos envolvermos, sem pressas, mas com toda a pressa que têm os que se desejam, os nossos tempos nunca conseguirão ser os mesmos.

A nossa vida, neste momento até pode parecer um jogo tonto e nada sério, mas é assim que se começa, pelo início, brincando com o que queremos que passe a ser sério. A nossa vida, agora passa por dizermos o que carregamos, de que forma pensamos, um no outro e arrumando o que ficou por trás. Não estás enganado, porque nunca o faço. Sentes que a tua força se envolve na minha vontade de recomeçar e que o farei, uma e outra vez, até acertar, porque eu das resistentes. Já sabes, porque to disse, que estou determinada em encontrar o amor que me serve e que bem poderá ser o teu.

Já não aceito tempos mortos, está muito em jogo, tenho muito para decidir e outros lugares onde estar. Já não entro em batalhas nas quais apenas eu lute. Já não deixo nada por dizer, mas passei a guardar o que apenas a mim diz respeito. Já não permito que se fale do passado, mas mantemo-lo bem presente para evitar erros futuros. Já não gasto tempos que o nosso tempo precisa, até para respirar, a trazer até nós o que ficou para além de nós.

Tu apenas estás a conhecer a mulher, a menina fugiu, a sete pés, para que mais ninguém julgue que queremos brincar, eu ou ela. A menina lá de trás é a mulher determinada que, determinadamente, e sem qualquer medo, embarcou nesta viagem contigo. Tu dizes ter a força que procuro e não pestanejaste quando, bem encostada à tua orelha te segredei o que apenas nós poderemos saber.

Tempos. Eles vêem e vão. Tempos. Eles abrem caminho para todo o tempo que nos forçarem a ter. Tempos, estes, em que deixou de haver tempo a perder!

You May Also Like

0 comentários

Como terminam os meus dias?