Não sei...

Message in a Bottle on Sand
Feelme/Não sei...Tema:Sentimentos!

Não sei exactamente como se solta o que já sabia que teria que soltar. Não sei se o que teria que fazer, será bem feito. Não sei se a água que corre no meu rio é da cor que me deixa ver o fundo, no meu fundo. Não sei como saber o que aparentemente já deveria saber.

Não importa quem és. Não importa sequer o que consegues aprender, tudo aquilo que tens para fazer, mesmo que o adies, chegará. Não importa se o dia é o que te dá mais jeito, o que importa é que pares de te adiar.

Preciso de validação, como toda a gente. Preciso de saber mais do que instinto e boas vibrações, preciso de certezas, mesmo que saiba que apenas chegarão mais tarde.

Tenho-te tido comigo, do meu lado, cuidando de cada passo que dás, mesmo dos que não saem bem. Mantive-me, de pedra e cal, determinada e destemida, junto a ti, à espera, sempre à espera que me digas que vais partir porque estás pronto. Vou aceitar que precisas de caminhar sozinho. Vou esforçar-me, muito, para não te tolher cada decisão, porque no final de mim terás que continuar e eu já não estarei para te segurar.

Não sei e não importa, mesmo que importar-me, contigo, seja o que me proponho fazer desde que te conheci por gente. Não sei se estarei pronta, mas quero ficar e quero começar por mim. Eu arranjarei forma, arranjo sempre e encontro, a meio caminho, o que não tiver no caminho todo. Pensamos que o tempo passa rápido, porque o sentimos, mas acreditamos que se demorará nas estações mais solitárias e na verdade não acontece assim.

Não sei exactamente como será, um dia, ser apenas eu, mesmo que nunca me vá afastar um segundo. Não sei quase nada, mas vou ter que aprender rapidamente. Chegou o tempo e o momento e é bom que esteja pronta...

You Might Also Like

0 comentários

O que quero agora!