Nem sempre amamos no tempo certo!

boots, break, forest
Feelme/Nem sempre amamos no tempo certo!Tema:Sentimentos!

Por vezes deparamo-nos com escolhas que se revelam bem dolorosas, apenas porque não soubemos como amar e porque na verdade nem sempre amamos no tempo certo. Por vezes adiamos. Esperamos e vamos caminhando, no nosso passo, achando que o outro caminhará no seu até nos reencontramos, mas a realidade consegue ser bem diferente e até cruel para com os indecisos. Por vezes encontramos o que tanto nos fazia falta, mas deixamos ir, escolhemos olhar para o lado e procurar do lado contrário, confiando que podemos confiar em nós.

Nem sempre amamos no tempo certo porque assim o determinamos. Estamos demasiado absorvidos pelos pormenores e o mais importante passa demasiado rápido para que o consigamos ver. Nem sempre amamos no tempo certo porque permitimos que ele nos fuja. Permitimo-nos demasiadas questões sem nunca esperarmos pelas respostas. Mas um dia, sem que o tenhamos pedido, elas chegam, quer estejamos prontos, quer não. Nem sempre amamos no tempo certo por medos que perdem a consistência mal sejamos capazes de os enfrentar.

Tudo o que se deseja e se começa, vem com uma carga que não sabemos poder aguentar, mas é disso mesmo que somos feitos, de desafios, muitos e todos quantos pudermos usar para nós e em nosso benefício. Se não escolhermos amar quem nos ama. se não formos capazes de encaixar o que encaixámos enquanto sonhávamos, de forma mais natural possível, então estaremos a caminhar para trás, dando passos às escuras e indo sem nunca ter como chegar. Se não escolhermos a escolha mais fácil, que é amar e permitirmos que nos amem, com defeitos, cargas pesadas e subidas íngremes, nunca vamos estar a tempo no tempo certo. Se desistirmos antes de começar, não nos adianta sequer o esforço de pensar.

Nem sempre amamos no tempo certo, mas podemos sempre começar a olhar para o único tempo que temos, o agora, com a urgência e a tranquilidade que os amantes colocam em tudo o que fazem. Só erramos uma e outra vez, se não soubermos avaliar o que o tempo nos tentou ensinar. Só desistimos se não quisermos que o tempo venha no tempo certo...

You Might Also Like

0 comentários

O que quero agora!