Sou eu que sou estranha?

Resultado de imagem para mulher deitada na areia
Feelme/Sou eu que sou estranha?Tema:Sentimentos!
Imagem retirada da internet


Sou eu que sou estranha? Se a resposta for sim, então gosto e não me importo NADA!

Não sei do que são feitas as pessoas agora e porque consideram que são mais importantes do que todas as outras. Não sei porque acreditam, piamente, que têm razão em tudo e nem chegam a ouvir do que falam os outros. Não sei se planeiam, a médio prazo, ficarem sozinhas e a falarem para o boneco, porque monólogos já têm. Não sei nada e cada vez menos, dos muitos que andam por "aqui" e com os quais, inevitavelmente tenho que conviver.

Sou eu que sou estranha? Que seja, porque não vou mudar uma vírgula ao meu comportamento e não se trata de arrogância, mas a realidade é que eu não piso, não me imponho, não invado e não menosprezo. Se me deixarem quieta e sossegada, passo entre os pingos da chuva e nem dão por mim. Eu respeito o tempo dos outros, sou capaz de me calar para que falem e não entro de rompante nos seus espaços. Não roubo e não minto. Omito para não me maçar demasiado e para não ter os ouvidos cheios de lérias, porque falar, juntar letras, umas às outras para formar palavras, parece ser cada vez mais uma incapacidade para muitos.

Se houver por aí alguém que diga que me impus, que exigi ou que entrei a matar sem apelo nem agrado, pode já por a mãozinha no ar. O que certamente existirão e muitos, são os desagradados com as minhas recusas e falta de paciência, é que nem eu sou de ferro.

Educação e respeito pelos meus pares até tenho, e aos magotes, mas quanto à tolerância, já estou a aprender a contar em japonês...

You Might Also Like

0 comentários