Sentir o que nos rodeia, mantém-nos acordados!

maio 17, 2017
backlight, blonde, casual
Feelme/Sentir o que nos rodeia, mantém-nos acordados!Tema:Pensamentos!

Quem é que quer passar pela vida sem a sentir?

Iam ficar surpreendidos com a quantidade de exemplos que tenho. Na verdade, muito mais pessoas do que o que seria desejável, apenas andam por aqui, adormecidos e sem quaisquer objectivos que os arranquem do marasmo. Deixam-se arrastar pelas ondas mais pequenas e nem sequer aproveitam as maiores para surfar. Temos que saber usar o que nos chega às mãos, parando de nos parar de cada vez que a vida não nos seja favorável.

Para começar e temos que o fazer por algum lado, devemos sentir o que nos rodeia, mantendo-nos acordados e por acordados entenda-se alertas, atentos, curiosos e observadores. O que importa realmente já existe e já foi inventado e não acarreta quaisquer custos olharmos e vermos o que está à nossa volta, de cada vez que somos afortunados o bastante para acordarmos e conseguirmo-nos mexer. Tomamos sempre tudo por garantido. Protestamos perante as coisas mais pequenas e quase que saímos de órbita quando os problemas são graves. Nunca temos a verdadeira dimensão do que nos rodeia e do que a vida nos pede, porque andamos continuamente desatentos.

Do que é que reclamamos quando não temos do que reclamar?

O não deve ser das palavras mais usadas no planeta. Escolhemos sempre a visão negativa para explicar tudo o que temos ou nos falta. Mas quando temos que, verdadeiramente dizer não, fugimos, supostamente para não nos aborrecermos, ou para fingirmos que somos fortes o suficiente para aguentar até o que nos magoa. Lá está a tal da desatenção, sobretudo connosco, porque quando sabemos o que queremos, sabemos por onde ir e o que recusar a quem o tente impedir.

Sentir o que nos rodeia, mantém-nos acordados?

Sem qualquer dúvida e evita-nos muitos amargos de boca, porque quando conseguimos usufruir só que seja do sol, as noites mais escuras acabarão por se suportar melhor!
Enviar um comentário

Estou a sentir-te...

Com tecnologia do Blogger.