Quando comecei era apenas eu...

Brown Wooden Desk
Feelme/Quando comecei era apenas eu...Tema:Sentimentos!

Quando comecei era apenas eu, o que estava a viver, a forma como aprendia a amar, a deixar-me amar e as minhas tentativas de permitir que alguém passasse a fazer parte de mim, sempre e em todos os instantes.

São demasiados os corações doridos pelas dúvidas que se instalam e perante a incapacidade de perceberem do que fala o outro. É demasiada a espera, o que os faz recuar, do que fogem, ou o que tanto desejam que os deixa assustados e a escolher mostrar as costas, escondendo as palavras que poderiam sarar tanto.

Do que sei eu afinal?

Tanta gente que me fala como se eu soubesse de todos e de cada um, mas apenas posso usar de alguma sensibilidade e bom senso, porque mesmo que não saibamos legendar conversas mudas, deveremos falar connosco e ouvir-nos, porque a nós, do que queremos e do que não pretendemos voltar a ter, apenas nós mesmos. Não sei das suas vidas, só oiço partes das histórias que não misturo porque não as tenho. Sei que tiveram sentimentos que poderiam ter mudado tudo, mas não puderam, porque não podiam decidir por dois.

Quando comecei, estava longe, muito longe de saber e de sentir que o que escrevo chega de forma intensa e real, a tantas pessoas anónimas. Quando comecei não tinha noção de que existia tanta falta de pele e que a falta de amor criava dependência e dor. Quando comecei percebi a quantidade de amor que existe por espalhar. Quando comecei estava eu a tentar perceber se amava da forma certa e se teria capacidade de cuidar do outro como de mim mesma. Quando comecei girava tudo em torno de mim, agora são "vocês" que me completam e é por cada um que dedico todas as palavras, na esperança de que vos consiga colocar de volta ao caminho que terão que percorrer. Espero que quando o amor já estiver nos vossos lábios, me consigam provar que vai valer a pena continuar a procurar o único sentimento que ainda faz mover o mundo!

You Might Also Like

0 comentários