Já lá estive, obrigada!

Woman Looking Up in City
Feelme/Já lá estive, obrigada!Tema:Sentimentos!

Já lá estive, obrigada, mas os pensamentos teimam em voltar, uma e outra vez, para me testarem a resistência e tenho sempre uma de duas opções, ou cedo e afundo-me no vazio que crio eu mesma, ou resisto e afasto-os, estoicamente!

Ser eu dá uma trabalheira que nem vos passa!

Tenho esta dualidade que me afronta, porque espero sempre receber tudo da forma que dou e a verdade é que nem todos o conseguem. Sabê-lo já deveria ser um passo para a minha pacificação interior, mas o que acontece? Fervo, grito, e esperneio, mas para quê, expliquem-me? Para me endireitar e continuar, porque de cada vez que cedo e volto atrás, sou de imediato esbofeteada para ver se aprendo. Não deveria fazer mal que eu fosse apenas humana, carregada de defeitos, sem precisar de saber sempre tudo, mas não, o Universo entende que se já evoluí não devo regredir e eu que me aguente. Já o percebi, mas que tal "ele" também ser um nadinha mais exigente com os outros, aqueles que também povoam o nosso planeta, é que não ando apenas eu por aqui, se assim fosse não teria do que protestar.

Algumas pessoas não têm permissão para errar, porque são de imediato apontadas e chamadas à razão. Já outras, "embora lá, façam merda à vontade", assim como assim também não importam nada, ou muito pouco. Será que é por aí, ou será porque eu é que tenho a mania que valho mais e sei ser melhor? Se for, então aguenta. Suck it up!

Vou criar uma frase própria para afugentar os fantasmas, um mantra ou outra designação mais pomposa, para me livrar dos pensamentos mórbidos, e vou ver se começo a agradecer de cada vez que vierem, mas informando-os, gentilmente que já lá estive, e não preciso de regressar, muito obrigada. Dividam-nos pelos outros que eu não sou egoísta.