26.2.18

Nos teus braços meu amor!

bench, couple, hugging

Contigo, bem junto ao coração que quero ouvir bater, descompassado e por mim, planeio sentir o que nenhum outro conseguiu, deixando-me ir sem medidas, nem pesos, sendo para ti tudo o que esperas e tendo-me a mim da forma que preciso.

Nos teus braços, protegida de um mundo com o qual luto, todos os dias, quero ter muito mais do que sinto hoje. Nos teus braços, vou ter que te olhar, mesmo, percebendo as voltas que a vida foi dando por nós. Nos teus braços e contigo, espero ainda vir a ter muito, tudo e tu todo, porque nós somos iguais na forma como nos amamos.

A falta que me fazes chega a ser dolorosa, mas também me conforta para o que ainda virá.
Muito da minha aprendizagem e crescimento, tem sido agridoce, mas real.
O tempo que passámos a ter, apenas para nós, mudou o conceito que tinha da outra metade de mim.
Ter-te, desta forma, com 100% do que és e do que sentes, é novo e é tão bom.
És tu, não preciso de esperar mais, porque chegaste e eu sei que vais ficar.

Será que sabes o poder da tua voz? Será que consegues entender como me alimento de cada palavra? Será que te questionas sobre a minha entrega, desarredando também os teus medos? Será que dormes, tranquilo, sabendo que sou quem pediste e que por isso me mantenho contigo e por ti?

Nos teus braços todas as dúvidas se vão e cada metade se junta, da forma certa. Nos teus braços eu sou a mulher que tu mereces, e eu dou-me sem me inibir e sem fugir ao que me mostras ser importante. Nos teus braços eu percebo do que falas e acabo a amar-te, muito mais, mesmo que ache já não ser possível. Nos teus braços meu amor, eu sei quem sou e o que faço aqui!