8.3.18

Queria tanto continuar a querer-te!

Conceptual, Lifestyle and Beauty Portraits by Luis Alejandro Gonzalez #photography


Queria ter, tal como tu, alguém que me esperasse em casa e se alegrasse por me ver chegar. Queria saber que no final de todas as minhas horas, enquanto vou sendo para os outros, estarias tu e eu seria tudo o que viria de volta. Queria que o meu mundo andasse mais devagar e apenas acelerasse quando te olhasse. Queria tanto ter-te...

Agora, talvez com o tempo e com a idade, sinto menos falta do que me parece fazer falta e vou deixando que o medo de me "apagar" se instale, mesmo que não queira deixar de querer. Tanto que deixei de viver, achando que o viveria contigo, mas foi tanto o que não vi acontecer, que regressei a mim, à que usa as memórias, mas deixou de experimentar a vida, assim, como ela deve ser vivida, a dois.

Queria tanto continuar a querer-te, mas já duvido até da vontade de o fazer acontecer. Gostava de ser mais arrojada na forma como sonho quem sonhará comigo. Precisava de interromper o ciclo de evasivas e desalento para com os que apenas carregam presentes envenenados. Matava por conseguir entender os que não se entendem com ninguém, porque escolhem apenas deixar-se ir.

Queria tanto continuar a querer-te, mas apenas se me quisesses de igual forma, porque não sei o que significa menos quando amo. Queria tanto, muito, que já não precisasse de esperar por mais nada que viesse de ti, porque já saberia tudo o que parece faltar-me agora.