12.5.13

"Sexo e a Cidade"!

Ando a rever os episódios hilariantes, mas sempre tão actuais desta série!



Não há dúvida que ser solteira, numa cidade cosmopolita, se assemelha a um castigo permanente. Até para as mulheres que dizem não querer casar, vai chegar o momento de se questionarem. Serão felizes assim, mudando de parceiro a toda a hora, e procurando o que não encontram?

Só mesmo para a Samantha, a predadora assumida, a vida feita apenas de bom sexo, uma carreira de topo, e muitos cartões de crédito, parece servir. No geral, para todas as outras mulheres, existe o genes do casamento, da procriação, e sem isso, por mais bem sucedidas que sejam, vão sempre fica do lado de fora dos chamados "normais".

Uma mulher bonita e sozinha é uma ameaça, ou motivo de pena.  - "coitada, não arranja marido", - "não a deixem juntar-se a nós que nos roubam os nossos maridos" SAD!

Triste mesmo, que não tenhamos direito às nossas escolhas, apenas porque as queremos, sem seguir estereótipos.

Uma coisa me deixa feliz, I have been there, por isso já ninguém me vai cobrar um casamento ou sequer uma relação duradoura, e se o fizerem... temos pena, agora sou eu que decido como e com quem vou, se for!

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...