Amores com novos formatos!



Passámos 2 anos numa relação com altos e baixos, mas na qual sempre achei que queríamos o mesmo! Eu sei que sou a que anda sempre a 400 à hora. A que pergunta para que respondas logo. A que pensa e faz imediatamente a seguir. A que quer que expliques tudo, mas que também te enlouquece de desejo e te inunda de amor.

Definimos bem as fronteiras, logo cedo, não invadíamos o território um do outro. Não aparecíamos sem avisar, respeitávamos-nos, mas eis que numa saída de amigas e após alguns copos de sangria, te vi entrar com ela. A tua ex. Uau! Foi demasiado, não conseguia respirar e tentava em vão parecer natural, mas apetecia-me apertar-te o pescoço logo ali.

Não te dei tempo para me empurrares com os modernismos do "podemos ver outras pessoas". Se é para ser assim, prefiro estar sozinha, ou então compro um dildo, esse pelo menos não me deixa mal, porque não abusa.

O silêncio que se instalou entre nós foi mau, todas, eu e as minhas amigas, ficámos sem saber o que dizer ou pensar. Não estavam com pena de mim, respeitavam-me demasiado para isso, mas tinham sentido durante todo este tempo, o quanto me havia empenhado, o quanto queria e tentara, para depois... Destruíste a minha fé no mundo, na capacidade de se amar e respeitar o outro. Danificaste-me por dentro, e tudo porquê, ou para quê?

Como se pode estar com alguém e nunca saber realmente quem é? Estas novas versões de amor, são demasiado distorcidas para mim!