O que é que nos muda?


The clock ticks!

De repente, o relógio que passa a dar as horas de forma mais estridente, fazendo-nos querer algo com mais intensidade, e é aí que algo muda, passa a ser diferente do dia para a noite e todas as prioridades se invertem. Eu sei que foi assim comigo, 10 anos após uma relação em que parecia não haver espaço para filhos, mas há um dia em que passa a fazer sentido ter mais um elemento, ter alguém de quem cuidar em pleno, deixando de ser egoísta, podendo dormir até tarde, ficar sossegada na toalha da praia, ler e decidir quando voltar, baseado apenas em mim, em nós.

Um dia, todo o nosso universo se direcciona para o aumento da espécie, para os instintos, que tal qual um relógio, nos avisam que chegou a hora.

O que é que nos muda afinal? Nunca o entendi, mas a mudança que operei fez-me mais feliz, deu sentido ao meu estar aqui, hoje, fez com que todas as palavras e acções, tenham reflexos. Eu cuidei da extensão de mim, e cabe-me cuidar dela e colocá-la à frente de todos os meus desejos e interesses.

Talvez o que nos mude seja a necessidade de sermos melhores, eu fiquei!