Por ti!



Tenho dias assim, em que tudo o que caminhei, em que o meu já longo percurso, me pesa, tanto quanto a falta de ti, a sensação de que era comigo, dentro de mim, no meu corpo e alma que deverias estar. Nunca me recusei, afastei ou desisti de te entender, de te escutar, de te lavar a alma, permitindo que o teu espaço se mantivesse, e que a minha presença fosse procurada.

Jamais alguém te amará tanto quanto eu, jamais terás sorrisos com total ausência de cobrança, porque toda eu fui tua, um dia, durante todos os dias que quiseste.

Jamais alguém te amará como eu, porque deixei de ser para te ter, parei de sonhar, de querer e até de escutar as músicas que sempre me transformaram e fizeram de mim um ser melhor.

Estive sempre do teu lado, beijei-te e toquei-te quando o teu corpo precisou do meu,  agora continuarei, mas cuidando de mim e de que outro me possa também amar tanto quanto preciso e mereço.

Já não me magoas, mas marcaste-me por dentro. Tu foste o que pedi, durante o tempo que pude deixar de existir. Hoje mesmo que chames pelo meu nome, não irei, mas cuidarei de que alguém o faça por mim, e  sei que depois de te ter amado, estarei pronta para receber o que realmente me cabe!