Ok, eu digo...


Eu vou dizer o quanto gosto de ti!

Sempre que desperto para um novo dia que sei te incluirá, o meu coração sorri, todo o meu corpo te reclama e sente o toque da noite anterior, mesmo que só em pensamento.

Estou a olhar para o teclado do computador e a pensar que muito provavelmente as minhas palavras jamais serão, fortes o bastante, intensas quanto desejo, "grandes" como é tudo o que já me deste. Tens uma forma de me recordar que sou realmente importante, que te consigo mudar, que te acrescento vida, toda a que me devolves.

Gosto de ti, agora, de uma forma tranquila, sem pressas, à espera que me incluas, totalmente e sem reservas.
Gosto de ti, sobretudo pelas gargalhadas expontâneas, pela capacidade de me mimares, de me cuidares, de me olhares por dentro.
Gosto de ti como a pessoa que importa, a que estará sempre lá, aqui, para mim.

Gostar de ti é o que me permite continuar a sonhar, a querer que tudo se encaixe, que eu te consiga manter por perto, e que passes realmente a ser quem eu esperei, até hoje!