Nem sempre...


Feelme/Nem sempre... Etiquetas: Sentimentos!

Nem sempre são os sons familiares e os rostos que conhecemos, que nos arrancam dos dias cinzentos, daqueles em que a nossa fragilidade, porque ela também existe, se derrama e escorre pelas veias!

Sou um ser que se vai bastando a si  mesma, que carrega as baterias a cada dia, para poder continuar a ser a que cuida, aquela com que se conta, a amiga, a mãe, e há muito tempo a companheira que espero alguém ainda possa vir a incluir. Sou tudo e muito mais, mas também quebro, fico vulnerável, tenho medos, pânico por não saber se estou a fazer as escolhas certas, se sei realmente cuidar, se...

Não gosto desta sensação, mas caramba, também sou humana!

Hoje, e de forma improvável, foi alguém, ainda sem rosto, do outro lado de uma vida que não conheço, que me fez sentir melhor, que aligeirou os meus temores, que me acalmou e até permitiu que respirasse fundo e parasse de ver tudo de forma tão assustadora.

Nada acontece por acaso, ninguém chega até nós só porque sim, existirá sempre uma razão, mesmo que pequenina, mas que um dia se provará necessária, e nesse dia, tal como hoje, poderei sentir-me abençoada por ser "vista" quando precisava. Obrigada por estares aí!