Primavera na Alma!

Já o sentiram alguma vez? Tudo lá fora pode até estar como o dia de hoje, nublado, mas a alma, essa, fica a brilhar, com um sol radioso, com sorrisos que não desaparecem, nem dos lábios, nem dos olhos!



Quando se consegue ter a sensação de que as peças se encaixam, que o que fazemos tem sentido, que o caminho só pode ser o que percorremos, a calma instala-se, a capacidade de filtrar o que não conta,o que não presta, o que não acrescenta nada de relevante, amplia-se e passa a dirigir-nos, a comandar-nos.

Hoje estou com carga a menos, totalmente absorta, mas sem qualquer inquietação. Já sei o que preciso de fazer, por mim, agora é tudo uma questão de agenda.

Vem aí a Primavera e com ela a renovação. Vem aí o período que me caracteriza, o tempo que reconheço e me faz voltar a "casa", chega hoje e eu já o senti!