Só me cabe a mim...



Só me cabe a mim decidir, escolher e entender!

Não gosto de não me poder rir, de não ter como usufruir do meu astral que quero sempre em alta, ignorando a vida que amo, porque ela me oferece cada uma das pessoas que estão no meu percurso. Gosto de mim, a maior parte do tempo, porque também me canso da minha velocidade de raciocínio e do querer com tanta intensidade, mas continuo a conseguir superar-me e a procurar o que ninguém terá que me trazer.

Só me cabe a mim decidir, escolher e entende, porque a minha compreensão faz-me vir de volta quando muitos ainda estão a ir e é por isso que sou sempre eu a decidir, por ti também, quando entendendo que não sabes como o fazer. Os dias nunca poderão ser iguais, mas quando nos movimentamos em determinada direcção, só poderão avançar e nunca recuar, é assim que EU o entendo. 

Nunca cesso de me surpreender perante a capacidade de aceitar o que chega, e de continuar de cada vez que tenho que me afastar. Não sei se é porque me entendo e leio como ninguém, ou se  simplesmente vejo o que ainda não chegou, mas me pertence.


Só me cabe a mim decidir, escolher e entender, agora e sempre!