Vontade!



Desejo, necessidade de te ter, outra vez, assim, de baixo para cima, a olhar-te a sentir-te, a querer-te...

Já faz algum tempo e o meu corpo reclama, é inevitável, contigo ele sentia o que é suposto, viajava num mar de sensações que me passavas tão bem, com tanta entrega, tocando-me onde e como apenas tu podias saber, sendo meu de cada vez, sem precisar de sequer duvidar.

Tenho vontade de ser mulher, a tua mulher, de te ouvir sussurrar as palavras que faziam sentido, de não ter que te imaginar, porque te tinha, de colar a minha boca na tua e sugar o teu ar. Tenho vontade de me vir, de não me controlar, de sentir, de gemer e pedir, uma e outra vez, que não pares, que me consumas, que me ames apenas, porque amar-te foi o que fiz.

Se a minha vontade te trouxesse de volta, seria tão simples, porque já estarias aqui!