Não posso dizer...



Que serás feliz para sempre, que tudo o que desejas e a forma como visualizaste a tua relação, vai durar e manter-se, assim, grande, proporcionando-te o que estás disposta a dar de ti mesma!

Nada é para sempre, tudo se mantém em "modo" descartável, de curta duração, na secção dos perecíveis. O que queremos, hoje, com, muita intensidade, na tentativa de que não nos magoem, demasiado, não poderá ser jurado manter, amanhã, em todos os outros amanhãs de que se compõem os teus medos, os teus desejos e sonhos.

Talvez o mais fácil fosse fugires, agora, já, sem olhares para trás, mas assim não viverias, não terias como saber do que é feito o agora, o que se sente para depois poder parar. Não ficarias com nenhum sabor na boca, não beijarias ate que se te faltasse o ar, não terias toque, nem um outro corpo, que se juntasse ao teu e te passasse emoções reais, misturadas de um prazer e dores que nos trespassam e atiram para lá desta vida, que nos provam o quanto precisamos que precisem de nós.

Se te dissesse o que já adivinhas tu, acredito que te fecharias, que escolherias o que te parece mais fácil, mas até que te conheço, um bocado, partes de ti, o que pensas quando tentas racionalizar o que deve ser puramente emocional, sentido e vivido sem redes, porque só assim vale a pena, e por te saber, não te vou dizer que é para sempre, mas que é possível, num dia de cada vez, devagarinho...

O que te posso dizer é que tentes, tenta, tenta sem desistir, de seres feliz, de teres quem que te queira ter, que nunca desistas de ti, e que não penses muito para além de um dia, de uma semana, que apenas te permitas fazer a diferença, que te dês uma oportunidade, duas, quantas forem precisas para continuares a tentar. Só te posso dizer que vivas, sentindo-te, porque isso sim vale a pena e é para sempre!