6.8.15

Fora da caixa!



Tudo fica fora da caixa para onde vou quando sou apenas a mulher que escreve!

Experimentem ser criativos, apaixonados, cheios de sentimentos profundos e positivos, e colocarem tudo isso em palavras, enquanto o resto do mundo por vezes quase explode na nossa cara. Nada pára apenas porque eu preciso de usar os tais sons em forma de palavras, os que ainda vão tocando as pessoas que se identificam e que acabam a ter o que lhes está dentro, mas não sabem como soltar.

Não é raro eu achar - "hoje não vou conseguir" - porque é sempre tanto o que tenho para resolver sozinha. São umas quantas pessoas que dependem de mim e que consideram que eu tenho todas as respostas, quando na maioria das vezes só me apetecia sossegar e ler exactamente o que estou a sentir e a viver.

Sou um pouco ao contrário, é dentro da caixa que mudo e me transformo numa mulher nova, arrojada nas palavras e nos sentimentos, levando alguns a crer que sou feita de uma massa bem diferente, mas acreditem em mim, grande parte das minhas palavras são apenas isso, palavras que chegam depois dos muitos milhões que já li e acabei a usar. Digamos que as sei juntar bem para as ocasiões certas e que tenho alguma inveja do que consigo articular, porque mesmo sendo determinada e empreendedora, se tudo o que escrevo fosse EU, a 100%, Oh my god...

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...