28.8.15

Obrigada meu querido!

"Eu gosto de escrever, eu gosto de escrever, crer ver  Ver, crer, eu gosto de escrever e escrevo até até poema" - Gabriel o Pensador (Linhas Tortas)
Feelme/Obrigada meu querido!Tema:Cartas de Amor!
Imagem retirada da internet

Olá meu querido,

Soube-me tão bem saber de ti, que te importas e que pensas em mim. Foi tão bom que me deu alguma da energia que já ameaçava fugir, foi mais uma bombada de oxigénio e por isso sei que ainda não morro desta!

Deve haver muito pouco que me falte dizer-te, sobre mim e sobre o efeito que me provocas, mas por mais que te ofereça sentimentos em forma de palavras, sinto que nunca serão suficientes, para que não duvides, um minuto que seja, de que te fui reservada e por isso me mantenho aqui, à tua espera.

Já não perco tempo a tentar perceber se faço bem ou mal, se me vou arrepender ou reconhecer que estava certa, deixo que os dias sigam o seu curso natural, comigo na dianteira, obviamente, e contigo no pensamento, no corpo, no respirar, e até no olhar que nunca é para os outros, porque tu teimas em estar em todos.

Sentir a tua falta dói, mas sei que foste das pessoas que conheci, a mais perfeita para mim, a que se encaixou de um forma que se sente melhor do que se explica, e por isso entendo que ainda não terminou, e que não me sais por alguma razão, a única, a possível, a que muda tudo.

Gostava de saber se estás bem, se cuidas de ti, se te manténs pronto, se estás à procura do que pareces ter perdido, muito tempo lá atrás, e se eu permaneço, pouco, muito ou quase nada.
Gostava sobretudo de te ouvir a voz e de perceber por anda o teu coração.
Gostava de parar de te imaginar, de olhar para os lados e para trás, quando caminho, na esperança de que me surjas, imponente, determinado e forte, como só poderá ser o homem da minha vida.
Gostava de não precisar de mais nada que não fossemos eu e tu, para ser feliz.

Não fiquei nostálgica, não me culpei pela esperança, que até pode ser vã, apenas usufruí e quase que te saboreei. Fizeste-me bem, obrigada.

Continuo a ser a mulher que te adora!

Beijo doce,
S.A.



Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...