Balanço do ano de 2015!

Feelme/Balanco do ano de 2015!


Ainda não o tinha feito, mesmo tendo-me adiantado e planeado o ano de 2016, mas a verdade é que devemos, sempre, fazer balanços, e rever estratégias!

2015

Que ano fantástico, tenho que confessar. Não apenas pelo que concretizei, mas pelos desafios fisicos e emocionais.

. Concluí o meu livro e iniciei o ;
. Vi o meu livro ser publicado, tendo recebido, em simultâneo, duas  propostas, de duas editoras para publicar 2 livros diferentes;
. Mudei de casa, quando estava pronta para mudar de país;
. Fiz a apresentação do meu livro e cantei para uma plateia surpreendida com mais um talento;
. Passei a participar, mais activamente, de dois projectos, o "Change IT" liderado pela Ana Rita Clara da SIC Mulher, e o "Adoro ser Mulher", do qual estou preparada para ser embaixadora no distrito de Santarém, ajudando outras mulheres a prosseguirem com os seus sonhos;
. Tive uma entrevista no Jornal o Templário e Mirante, e na Rádio Hertz, sobre o meu livro "Pedaços de Mim", que me tem trazido boas críticas de quem já o leu, e de quem descobriu uma nova faceta em mim, mais arrojada;
. Tive publicações de vários posts meus, noutros sites e páginas, ultrapassei as 190,000 visualizações no blog, tendo atingido a minha meta dos 2,500 posts;
. Fui a palestras e conheci gente maravilhosa, como o Gustavo Santos, que me confirmou que o que faço tem o forma certo;
. Fiz novas amizades, e revi algumas que se tinham perdido no passado;
. Consolidei o meu lar, e passei a delegar mais nos meus filhos, porque já vejo neles o reflexo de tudo o que lhes venho ensinando;
. Mudei o meu ritmo físico e passei a caminhar e a correr diáriamente, os resultados estão à vista.

Nem TUDO foi maravilhoso, CLARO, porque tive algumas perdas pelo caminho:

. De uma rajada fiquei privada do convívio diário de duas GRANDES amigas, uma de sangue e que é mais irmã do que prima, e uma amiga que já caminhou TANTO quanto eu, e que sabe do que sei eu, mas elas voltarão, mais fortes e determinadas;
. Perdi um amor, não o meu, porque esse permanecerá até que encontre outro, mas de alguém que não conseguiu aprender a amar-me como eu precisava;
. Desiludi-me, TOTALMENTE, com alguém que ficou mesmo, , no passado que não voltará mais, mas que assim mesmo me touxe paz.

Grande 2015, foste totalmente generoso comigo e eu vou agradecer empenhando-me mais ainda em 2016. E que venha ele, porque estou pronta!