Estar escrito nas estrelas!


O melhor de viajar a noite para a praia, chegar lá e ver aquele céu limpinho, limpinho cheio de estrelas... #coisasbásicas #momentobásico:
Feelme/Estar escrito nas estrelas!Tema:Pensamentos!
Imagem retirada da internet
Para quem escreve, aceitar que "outros" o fazem, de forma permanente, mas para nos servir e beneficiar, dá algum conforto, sobretudo num mundo que a cada dia se torna mais solitário e doloroso.

Estar escrito nas estrelas, significa que acabaremos a encontrar um caminho e que seremos capazes de alcançar quem nos foi destinado. Estar escrito nas estrelas minimiza o receio de nunca ter quem valha a pena.

Gosto, cada vez mais, da sensação de ter "outros", muitos, de sentir gente à volta, e de perceber como têm vido parar até a mim, sempre e de cada vez que pareço precisar. Já não decido tudo sozinha, já me vou deixando apoiar, mais, aceitando que me guiem e me mostrem o lado que recuso ver. Gosto de colo, como qualquer ser, dou, mais do que recebo, mas quando me chega, sento-me, enrosco-me e usufruo. Cada segundo que vivo, agora, tem-se tornado tão precioso, que pareço saber que me vou, que não sou daqui, e que me transformei numa alma velha.

Se estiver escrito, nas estrelas, que a felicidade que eu sentir se espalhará, tão rápido quanto o fazem as minhas palavras, então o que sou e a forma como me movimento, a MIL, fará mesmo sentido. Se estiver escrito nas estrelas que o que acumulei tinha um propósito e um destinatário, o único que me interessa, acho que ainda arranjarei mais umas quantas rugas de expressão, sobretudo junto à boca, de tanto sorrir. Se estiver escrito, nas estrelas, que és "tu", eu prometo que te aceitarei, e que o resto da minha vida será vivida para te incluir, e para te deixar o espaço que deverás ocupar.

Se soubesse de que forma se escreveu a minha vida, não sei se iria querer ler. Não sei se teria coragem para seguir cada letra e para olhar com atenção cada capítulo. Muito provávelmente mudaria os parágrafos. Escolheria novas expressões, e arrancaria os pontos finais, substintuindo-os por vírgulas, deixando-me, a mim, o direito a decidir e a ir para onde me sinta eu e para poder partilhar o que já aprendi. De outra forma não faz sentido, de outra forma não quero!