Sabes o que me move o corpo?


Sabes o que me move o corpo? Por vezes és tu. Por vezes sou eu mesma e a ideia que tenho de quem me pode tocar. Por vezes basta uma música com a batida certa e toda eu mudo de pele e de expressão, carregando um desejo que poucos parecem saber satisfazer. Sabes o que me move o corpo? O teu corpo quando se mistura com o meu. O teu olhar, quando fixa o meu e me pede o que quero dar. As tuas mãos que já sei onde se irão aninhar, fazendo-me arrepiar e tremer da vontade que a vontade de ti me dá. Sabes o que me move o corpo? As carícias que consegues repetir, uma e outra vez até me saberes saciada. A tua boca quando pousa em todos os cantos da minha e me suga o amor que te tenho.

Se me quiseres toda, só tens que me fazer sentir-te, todo e teremos ambos tudo!

Nem sempre penso no que me fará pensar mais tarde, depois de já te teres ido e a cada vez que passo a ser apenas eu e o corpo que te pertence. Nem sempre percebo do que és feito para teres este efeito em mim. Nem sempre quero que sejas a única pessoa que me liga cada botão, porque passo a depender demasiado do que representas.

Nunca esperei muito de nós, mas a vida trouxe-te para onde já não te deixarei partir, porque eu sei que estava à tua espera. Nunca esperei que a esta altura da minha vida ainda existisse alguém tão talhado para cada parte de mim. Nunca esperei que me fizesses mexer o corpo desta forma, levando cada suspiro, arrancando-me todos os gemidos e permitindo que me solte até já não ser eu, mas apenas a que te deseja.

Agora que já sabes o que me move o corpo, por favor não te pares!