Na minha voz!

Feelme/Na minha voz!Tema:Sentimentos!
Imagem retirada da internet

Vem de dentro, sai de mim e comigo, mostra do que sou feita e não passa despercebida, a ninguém, nem poderia!

Na minha voz estou eu toda, cada pedaço do que consegui construir até chegar onde estou. Na minha voz estão os anos de risos e de lágrimas, o crescimento a que me forcei, e as quebras que não pude evitar. Na minha voz ficaram todos os amores, cada olhar que me olhou mesmo, e todas as conquistas que agora ergo como troféus, Na minha voz estás tu porque é de ti que falo, é a ti que digo o que me vai na alma, e é por ti que amo com palavras que nunca terão forma de se esgotar. Na minha voz, e com cada tom mais grave ou agudo, está o que sei fazer melhor, estão anos de uma vida que não trocaria, mas que gostaria de sentir mais livre e ligeira. Na minha voz, por vezes, fica tanto, que pouco mais me resta para dizer ou escrever.

Poderia, porque até tenho forma de o fazer, explicar-te do que falo quando falo, para ti. Poderia deixar-te entender o que continuas a negar-te, sendo mal sucedido no sucesso que já esperaste ter, lá atrás. Poderia passar-te os sons que mudam tantas vidas e humores, mas nem sempre a voz me sai da forma certa. Por vezes é apenas minha, para mim, importando-me, muito pouco, com o que importa aos outros.

Se eu a usasse, sempre, como me pedem, faria, muito bem aos que não sabem, não ainda, qual a voz que têm. Mas tenho que manter, comigo e para mim, a única coisa que tem um tom, um som, dentro de todos os sons de que sou composta. Se eu a usasse, mais vezes, para te agradecer a voz que me fazes libertar, talvez ficasse sem conseguir falar, ou falasse apenas do que acredito, deixando mudo o mundo do qual fujo até quando falo.

Na minha voz e até sem ela, estarei sempre eu, prometendo que nunca te deixarei indiferente, porque uso os sons para falar do que importa, e seguro os tons para não arriscar dizer o que não adianta.