Trabalhar com prazer, é...

Adicionar legenda



Trabalhar com prazer, é o que muitos ainda não concebem, nem são capazes de imaginar. Mas a verdade é que tudo o que fazemos com prazer, dá realmente prazer.

Os meus dias são longos, algo doridos, sobretudo as pontas dos dedos (agora tive que me rir), no entanto nunca desisto de prosseguir no caminho da satisfação pessoal, que está, obviamente, aliada à profissional.

Gosto do que faço, não, vou corrigir, AMO, o que faço, sou apaixonada pela minha capacidade de criar, e sei que nunca poderia ser apenas uma mulher, "normal", sem nada que me elevasse, diáriamente. Gosto de me superar, de chegar mais longe, de conseguir o que antes apenas via no papel, na tal lista de desejos que sempre compilei a actualizei.

Trabalhar com prazer deixa-nos de sorriso aberto, mesmo quando nos arrojamos de cansaço. Nada parece suficientemente difícil quando sabemos o que estamos a fazer e porquê. Tudo parece compensar, de cada vez que os resultados chegam. Trabalhar com prazer não é para todos, porque nem todos conseguem ver o que fazem como algo que os pode estimular, mas sim como uma "carga de trabalhos", arrastando-se como lesmas, ou como qualquer outro animal igualmente nojento, até ao lugar onde, por norma, passam mais de metade dos seus dias. Triste!

Há muito que decidi, quando ainda nem sabia muito bem o que queria de mim, e se o que considerava um talento seria válido, que nunca desistiria de momentos que se encaixassem em todos os outros, e que fizessem o que faço valer a pena. Há muito que sei que preciso de prazer para dar prazer, e que se for feliz no que faço, manterei os outros mais felizes, ou pelo menos a acreditar que a felicidade é atingível.

Já estou a ouvir uns quantos a "gritarem" que nem sempre é possível trabalhar no que se gosta, eu vou reservar-me o direito de discordar, porque dá trabalho reajustar, e decidir. Dá trabalho mudar o que mesmo nunca nos tendo agradado, foi o que sempre conhecemos. Meus amigos, ser feliz dá trabalho, mas garanto que compensa!