24.4.16

Se achas que é ela...

Powerful face, intense expression, hand, insecurity, man, male, intense, powerful, portrait, photo b/w.:
Feelme/Se achas que é ela...


Se sentes, quando te fala, quando te olha e de cada vez que te beija, que é ela, então não desistas!

Tens ideia do quanto é difícil encontrar a metade que a nossa metade reconhece? Tens ideia da "sorte", do tiro certeiro que representa, encontrar quem sempre desejámos e procurámos? Tens ideia do amor que se amplia e nos engrandece quando somos amados?

Desistir ao primeiro embate, será sempre o mais fácil e rápido, mas também o mais violento e penoso. Desistir deixa-nos de asa caída, mais amargurados e descrentes. Desistir significa termos que recomeçar, voltando ao ponto de partida, e ficando, outra vez, sós.

Não há NADA, neste Universo ou noutros, que se assemelhe ao poder que o amor nos passa. Não existem palavras, bastantes, para nos insuflarem os prazeres que a outra pele consegue, a que se cola à nossa, e parece ter sido feita, de encomenda, para nós.

Não desistas, e não te assustes com os primeiros "nãos". Vai mais fundo e tenta sanar o que rasgou, de alguma forma, o ser que escolheste amar. Procura, incessantemente, por tudo o que o teu TUDO seja capaz de proporcionar. Não deixes de falar do que te perturba, e não permitas que os silêncios, os demasiado profundos, se instalem demasiadas vezes. Não te queiras ver sozinho, porque depois de teres, do lado certo da tua vida, quem te muda, jamais voltarás a ser inteiro.

Se achas que é ela, diz-lhe.
Se achas que é ela, ama-a, sem reservas.
Se achas que é ela, perdoa-lhe as fraquezas.
Se achas que é ela, estende-lhe a, mão que poderá até recusar, receosa, e prova-lhe que estarás, sempre, onde estiver ela.
Se achas que é ela, trata de ser feliz, porque nada mais, jamais, importará tanto.

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...