De que forma aprendes?

Black and white, nice composition:
Feelme/De que forma aprendes?


Como consegues avaliar o que não fizeste da forma certa, e o que aprendes no processo?

A vida corre tão veloz, com tanto a acontecer, que por vezes não tiramos, um segundo que seja, para analisarmos todas as horas que gastámos sem retorno, sem que conseguíssemos fazer o que nos tínhamos proposto e sem chegarmos à meta no lugar que nos confere medalhas. Não temos que nos contentar com os lugares de participante, precisamos de querer mais, de fazer muito mais e melhor do que antes e de esperar que o muito se aloje, nos membros, nas veias e em cada pedaço de alma ainda por corromper. Não devemos viver apenas porque sim, respirando o ar dos outros e nunca fazendo o que nos der na real gana. Não precisamos de saber tudo, mas devemos, isso sim, querer tentar saber o que nos define, o que nos levará mais longe e que por consequência nos fará mais felizes.

Eu sou das que aprende rápido e não preciso de repetições para entender o óbvio. Eu consigo, mesmo, pensar por mim, e escolher o caminho, até o sinuoso e inseguro. Eu aprendo com o que vejo e decido não me servir, porque só me serve o respeito, a entrega e o reconhecimento. Eu aprendo com cada um dos que me vão lendo e uso as suas vivências para enriquecer as minhas, e ao aprender, preciso que também me saibam ler por dentro. Para o fazerem apenas terão que saber quem sou e como me construo e porque debito pensamentos que acredito poderão ajudar quem precisa. Eu volto ao meu eu, quando não consigo que o nós se mantenha, e faço-o de coração livre e tranquilo, porque já aprendi que não mudo ninguém e que as pessoas são na medida da sua essência.

Aprendam com o que vos passo, porque o faço sem amargos de boca, faço-o a pensar que apenas tem sentido andar por aqui se puder mudar nem que seja uma vida. Aprendam até com as dores, mas percebendo que depois de cada uma, mesmo que aguda, também virão os sorrisos e a tranquilidade. Aprendam a amar com toda a entrega, sentindo tudo e dando tudo, incondicionalmente, porque se terminar, ficarão vocês outra vez e capazes de recomeçar. Aprendam a saber reconhecer quando não podem continuar e continuem a fazer o que já faziam antes, mas certamente que melhor. Este é o meu contributo para com cada um dos que me vão mudando e enriquecendo. Obrigada!