21.8.16

Quando se vai, vai!

love the tones:
Feelme/Quando se vai, vai!


Quando percebes que não podes, apenas tu, manter quem reconheceste e por quem mudaste tu e a ti mesma, aceitas.

Quando se vai, vai. Quando te esgota, consome e "mata", deixas ir e aceitas.

Quando a decepção deixa de te importar, porque terá vindo com demasiada força, a ser o que nem acreditavas poderes aguentar, decepcionas-te e aceitas.

Quando te lembras, a ti, que até as pequenas batalhas terão, um dia, que ser terminadas, determinando quem as venceu, aceitas.

Quando admites que foste demasiado tonta e inocente, mas apenas porque querias mesmo, muito, sobretudo acreditar, mas que apenas te magoavas, mais e mais a cada dia, retiras-te e aceitas.

Quando te mentes, dia sim e dia também, ao ponto de já teres, na boca, o paladar de cada palavra, envergonhas-te, de ti, decides que tens que parar e aceitas.

Quando as lágrimas se recusam a correr, e sentes que as secaste porque não podias mais, não tinhas como te manter, mais, a sofrer, mais, sorris e aceitas.

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...