As cartas que vais receber!


Resultado de imagem para homem apaixonado a preto e branco
Feelme/As cartas que vais receber!

Olá meu amor,

Já lá vão seis longos dias, sem ti, e por cada um, acabei a escrever-te uma carta, falei-te de mim e perguntei tudo o que receio quando estou contigo. Vais recebê-las, todas, e já estou a ver os teus olhos a brilharem de emoção. Logo tu que me absorves quando falo, que te alimentas do que ponho em forma de palavras, vais adorar as que resolvi oferecer-te.

Já cheguei a duvidar que uma mulher como tu me pudesse querer, não encontrava razão para esse amor sempre tão intenso e aceso - Será que sou eu mesmo, estará iludida ou encantada? E se acordar, o que faço eu? Mas já não sofro desses medos, sei que me queres assim porque dizes que te dou o que mais ninguém consegue, porque sabes que tenho sempre colo, carinhos, beijos que te sossegam, e que mesmo quando me zango é apenas porque me assusta que não sejas, SEMPRE, feliz e minha.

Cada dia fora do nosso lugar é um tormento. Estar onde tu não podes, acordar e adormecer sem ver como me vês, não poder ouvir a forma como cantas no duche, e como te bamboleias, sinuosa e sensual para me enlouquecer, tem-me deixado semivivo, por isso vou fazer-te, seis perguntas, uma por cada carta:

 - Será que nunca te cansas de mim?
 - O que te dizem os outros de mim, reconhecem-me mesmo, como a pessoa que te ama mais do             que tudo na vida?
 - O que fazes e quem vês quando não estou, será que arriscas estar com os homens que me  
       enlouquecem por não confiar neles? Eu sei que dizes que não, amor, não te zangues por favor.
 - Do que sentes mais falta quando não estou, de mim, do meu corpo, de tudo?
 - Sabem-te bem estes momentos sem mim, alguma vez te deixo a sufocar, ou a precisar de tempo          apenas teu?
 - Sou eu que visualizas no teu futuro, para sempre e como?

Eu sei que vais responder a tudo, e que me deixarás tranquilo, porque no final de cada dia, eu preciso de saber que faço o que é certo, que não te afasto, mesmo que nunca o pretenda, e que te digo e faço o que precisas realmente, porque quero conhecer-te como mais ninguém, e desejo, mais do que a tudo o resto, que me vejas como um amigo verdadeiro, aquele que nunca te abandona, ou usa as palavras certas apenas para não te magoar. Quero ser EU a quem recorras, em qualquer circunstância e de ser o primeiro a saber de TUDO o que te diz respeito.

Vou esperar um dos teus abraços, assim que chegar e que venhas, como sempre o fazes, toda, para mim, só para mim e que me abasteças da tua segurança para que me mantenha seguro de que nunca te poderei perder.

Até breve amor da minha vida.

Adoro-te,
A.N