11.9.16

Como se termina?

 :
Feelme/Como se termina?


Como se termina? O quê exactamente? Relações, claro está!

Bem, não tarda, acabo também eu entendida no assunto, até porque já ouvi e vi tanta coisa...

Ora se estamos na era da tecnologia, porque não usá-la? S.M.S, M.M.S, umas cartitas electrónicas, porque das outras já ninguém se lembra. Tudo serve para não se dar a cara, porque quem não tem coragem de enfrentar, de se justificar, olhos nos olhos, acaba a não querer ser confrontado. As explicações ficam para os tolos.

Os silêncios, esses estão no topo da lista. Quando é para lançarem a rede, aí usam e abusam dos sons, "minha querida", "meu amor", blá blá blá, mas quando chega a hora da verdade... Ninguém merece, nem o mais reles dos seres.

Há coisas que nunca mudam, gerações que vão saltando, mas mantendo o pior de cada uma e se na verdade algo se manteve imutável, foi a ENORME perversidade no que diz respeito ao deixar o outro tão frágil e no chão, que acabe até a duvidar da sua própria existência. 

Se querem saber o que acho, sem qualquer dúvida, e vale o que vale, porque estou consciente que uns quantos por aí continuarão tão vermes quanto duvidam ser, que a verdade, a palavra certa na hora certa, poderá até doer, mas deixará a possibilidade de se seguir em frente, de saber o que o outro não desejava e porquê. Acreditem em mim, alivia, limpa-nos, lava-nos a alma e mantém a nossa integridade intacta. Não custa muito ser generoso, pois não? Vejam isso como uma esmola aos pobres, aos que se atreveram a acreditar que poderiam, realmente, ser amados como amam.

Como se termina? De preferência bem mais rápidamente do que se começou, é que depois do encantamento, a paciência vai-se.

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...