Mesmo depois de nós!

"Tenho um amor fresco e com gosto de chuva,   e raios e urgências.   Tenho um amor que me veio pronto.   Assim, água que caiu de repente.   Nuvem que não passa.   Me escorrem desejos pelo rosto, pelo corpo.   Um amor susto.   Um amor, raio trovão fazendo barulho.   Me bagunça.   E chove em mim todos os dias."     Caio Fernando Abreu:
Feelme/Mesmo depois de nós!


Mesmo depois de nós e até quando o amor terminar, ficarão as lembranças, o cuidado, o carinho e o respeito por quem já tanto nos pertenceu, é aí que passaremos a ser verdadeiramente de coração e alma grandes.

Ainda vou sabendo de quem o consegue fazer, e que mesmo em percursos distintos, arranjam pedaços de vida para se cuidarem e sorrirem. Tomam apenas novos rumos, mas que sempre passarão pelo começo de ambos, pelo que construíram e planearam antes, mas decidiram percorrer em passeios diferentes.

É bonito perceber que ainda existe quem considere que uma vez recebendo alguém no nosso coração, jamais dele deverá voltar a sair. Quem amamos permanecerá em nós, na nossa história e memória, implantado bem fundo do que somos. Quem amamos será sempre a pessoa, ou pessoas que connosco cresceram e nos permitiram ser quem somos hoje.

Amar é o que nos transforma e leva para pedaços de Universos nos quais vale a pena viver. Se muitos amores por nós passarem, mais completo será o coração e nunca arriscará acabar sozinho.

Mesmo depois de nós, teremos que continuar, por aqui, tu e eu. Mesmo depois de nós, o que já fazíamos antes e tudo o que a vida nos pedirá depois, deve ser mantido e retomado. Mesmo depois de nós, o tempo não deixará de correr, determinado a mostrar-nos por onde ir e o que fazer, até quando sentirmos que o simples mover é difícil. Até depois de nós, os sorrisos acabarão a voltar e as lágrimas ficarão mais espaçadas. Não há como não ver o que ainda temos pela frente, pode até não ser hoje, ou talvez ainda não amanhã, mas certamente que depois de nós, continuaremos a ser nós.