O tal!

Shraddha Kapoor:
Feelme/O tal!

Como será o tal  e como o saberemos? Não faço ideia de como acontece, quando e porquê, mas o "tal" parece ser quem todos nós procuramos, falta-me apenas saber o que isso significa!

Temos que nos manter fiéis ao que esperamos de outra pessoa, certo? Há quem discorde de forma veemente, achando que com a idade devemos parar de ter manias, e aceitar o que "cair" para não acabarmos sozinhos. A SÉRIO?

Discordo, CLARO, se até o palato apuramos com a idade, e passamos a apreciar vinho de qualidade, quando anteriormente apenas servia para temperar comida, porque carga de água nos deveremos contentar com amostras de gente? Pois, não faz qualquer sentido, porque num futuro muito próximo, se não for a pessoa certa, não teremos como a manter, ou talvez até o façamos. Na verdade existem por aí uns quantos campeões de resistência à enorme idiotice que é, estar ao lado de quem não ocupa nenhum espaço da forma certa. Há quem goste de sofrer e de saber que sofre, mas esses serão os casos perdidos.

Quem é o meu "tal", então? És tu, sem qualquer sombra de dúvida, precisas apenas de algum polimento, de que te convença que tens bem mais do que o que vês, e de te dar a possibilidade de provares de uma relação verdadeira, a que faz sentido a todas as horas do dia, a que te leva a correr até maratonas sem qualquer treino antecipado, a que te faz sentir ainda mais forte e bonito, começando pelo interior que eu já consegui ler. É a ti que eu quero e vou-te ter, já o disse.

O tal! - Quando o vires saberás - Excelente conselho, não resulta é para todos, por isso cuidado, não se distariam, pode-vos bem custar umas quantas penalidades!