TU!

Rain drops:
Feelme/TU!


Tu, e eu, pelas mãos de alguém ou de algo superior a nós, fomos feitos assim, a querermos o mesmo, a vermo-nos um ao outro, através de cada um, parecendo ser capazes de conquistar o mundo, apenas pelo amor, apenas pelo desejo.

Tu, a quem aprendi a querer como me quero a mim mesma, deixas-me numa alegria que contagia quem me rodeia, mas também numa tristeza que me desanima e me quebra as forças. Por mim, na minha mente, estarias e ficarias, mas Tu, apenas Tu podes decidir o que te preenche e como te vês, mais para a frente, num futuro que poderá até nem ser o meu. Tu, já me deste, TANTO, tantas sensações novas e que apenas vivia em pensamentos. Tu, enquanto vou conseguindo ser eu, melhoras todo o meu formato e olhas-me, conseguindo umas vezes e duvidando outras tantas, ver quem realmente passou a estar no teu caminho. Tu, tal como eu, esperavas não ter que explicar nada, bastando sentir. Querias e precisavas que eu fosse diferente, menos quando o mais quase te afoga, e mais quando o meu menos quase te afasta.

Tu, e eu, já sonhámos aprisionar o tempo, para que pudéssemos repôr o que não tivemos, mas ele recorda-nos, das mais variadas formas, que apenas teremos o que formos capazes de manter e que nem sempre valerá a pena contrariar. Tu, na minha mente, eras feito de toda a força que parecia faltar-me, mas eu sei que a fui quebrando, empurrando-te para o lugar de onde não conseguem sair os que acabam sempre a duvidar.

Tu e eu, um dia, quem sabe não seremos, um dia, bem mais do que somos hoje, tendo bem mais do que até já arriscámos conseguir e vivendo, mais, um pelo outro o tempo que nos restar...

0 comentários:

Enviar um comentário

Atualizações do Instagram

Subir