Percalços!


Feelme/Percalços! Etiquetas: Sentimentos!
Imagem retirada da internet



Percalços! O que são afinal e de que formam chegam? Quando menos se espera. Essa será mais ou menos a norma, mas também tendemos a protelar decisões, a facilitar e a encomendar para pagar mais tarde, no entanto, volta e meia, a vida cobra-nos com alguma antecipação e pumba, corre mal.


Nada é perfeito, nem poderia, mas ajudava saber como, quando e onde, se ajudava, eu que o diga. Sou uma optimista por natureza, mas também quebro, também me vou abaixo e fico a desejar quem me possa dar colo, quem me liberte o peso dos ombros, quem carregue os sacos, só que seja por alguns minutos.

Isto de ser crescido, de ter quem dependa de nós na íntegra, de precisar de escolher e de decidir, não importa se o sabemos ou sequer se conseguimos, desgasta, assusta, preocupa, mas pronto, também nos faz criar defesas e sobe as barreiras.

Os percalços nem sempre são claros, ou de leitura fácil, porque o que para uns será um problema, para outros chega como uma oportunidade de melhoria. Quando o que nos chega vem num formato difícil, será certamente para nos testar e há que saber estar à altura. Quem não salta cai. Quem não arrisca, morre. Quem não pergunta, nunca ouvirá a resposta...


Sabem o que eu queria mesmo, e até que não custava nada ao mundo? Era que ele fosse um pouco mais soft, que me poupasse um pouco e dividisse com os outros o que tanto carrego. Mas às tantas a minha análise é que está errada e quem precisa de o ser, primeiro, sou eu!