Quando escolhes sofrer!


Feelme/Quando escolhes sofrer! Tema: Sentimentos!
Imagem retirada da internet



As separações. Os desmembramentos. Os finais, são sempre dores que cada um tomará à sua maneira, vendo o que consegue explicar, mas afastando-se do que originou o fim do seu "mundo"!

Fazemos imensas promessas, entre elas, o de "felizes para sempre", quando nem entendemos, muitas vezes, como fomos parar, "ali", ao momento do qual até poderíamos ter fugido, se ao menos tivéssemos percebido.

Quando escolhes sofrer, estás apenas a tentar que a dor emocional arrebate todas as outras, e que te lave na enxurrada, a mesma para a qual te empurraram, sem terem ao menos perguntado. Quando escolhes sofrer, fá-lo com intenção de magoar quem te magoou, recordando-o, a cada segundo, que te tirou o chão, e te abriu ao meio, deixando-te a secar, disponível para todos quantos quiserem e puderem esventrar o que restou.

Tanta alma desassossegada. Tanto coração a bombear ódios e mágoas. Tantas relações interrompidas, ou mantidas, por medos e por falta de coragem.

Podes ter medo, sim, e até podes recuar, repensando cada passo e desejo. Mas quando te paras de vez, aceitando o que os outros te impuserem, desarredando-te de escolher, e de falar quando a voz arriscar sufocar-te, então o que te restará será sempre e só, sofrer. Uns dias mais do que outros. Uns dias de forma mais lenta e sossegada, mas em outros dias, com uma dor que nem o sofrimento que te infliges poderá igualar.
Podes ter medo sim, desde que não desistas de ti.

Quando escolhes apenas e só sofrer, assumindo o peso que não te era totalmente destinado, então estás a diminuir-te, a aceitar que não mereces mais, que te falta tudo, e que não tens forma de caminhar, sozinho.

De quantas mais vezes precisarás tu, e de quantas palavras, precisarei eu, para te explicar que apenas serás e terás o que fizeres por merecer? Não te desperdices, e pára de sofrer, como se no mundo a única alternativa, para os outros, fosses tu, é que  não és assim tão importante!