Querer-me a mim mais!

Resultado de imagem para mulher a olhar o mar
Feelme/Querer-me a mim mais! Etiquetas: Sentimentos!
Imagem retirada da internet


Querer-me a mim mais significa aprender a viver comigo, com os silêncios que me rodeiam, com as minhas limitações, angústias e desejos, mas tem sido um percurso por vezes violento e nem sempre uma caminhada meritória!

Sempre achei que para conseguir estar pronta para uma relação, teria que me conhecer melhor primeiro. Isso fiz! Sempre achei que saberia até onde estaria disposta a ir, o que queria e esperava de alguém. Foi nesse sentido, mas não de forma planeada, mesmo que sempre consciente, que fui delineando comportamentos e exigindo-me o que sabia ter que exigir ao outro um dia. CLARO que apenas contei com a minha prestação, porque mesmo que esteja munida de muito boa vontade, jamais seria capaz de forçar, ou mudar comportamentos. O meu amadurecimento, que me levou a um patamar demasiado alto, está a fazer-me "pagar" a veleidade de estar mais à frente que muitos.

Oiço muitas vezes, e hoje foi um desses dias, que não deve ser fácil conviver comigo. Senti, bem fundo, avaliações que até batem certo, mas que me deixaram com a certeza, que até já teria, de que não me enquadro. Decididamente não sou matéria palpável. Não tenho um modelo de leitura fácil. Não consigo sossegar os que me procuram para relações ditas "normais". Não tenho, eu mesma, forma de aceitar menos quando até sei merecer mais. Entendo, e ainda ninguém me convenceu do contrário, que se não encontrar quem me veja, então não quero ser vista.

Para já, vou tendo momentos que não são iguais, uns nos quais me revejo e quero estar assim, apenas eu, e outros em que me apetece gritar por alguém que chegue e mude tudo, sobretudo a mim. Não vou dizer que não exista, não ainda, não por hora, mas a linha ténue, frágil e assustadora.

Até lá a situação passa por continuar a querer-me a mim muito mais!