10.1.17

A Prostituição Fina!

Feelme/A Prostituição Fina!Tema:Crónicas de mulheres reais!
Imagem retirada da internet


A Prostituição Fina, ou da alta esfera, é um tema polémico, mas cada dia mais actual!

Ela existe, e surpreendentemente, cada vez menos escondida. O que será que move estas mulheres? Será a necessidade financeira, ou pelo contrário, existe uma necessidade de conquista e de poder?

Já sabemos que é praticada por mulheres lindíssimas, cultas e determinadas. Têm objectivos bem definidos e pouquíssimos limites. Consegui "arrancar" alguma informação de duas que acabei a conhecer, de forma nem natural e jamais pensando, em momento algum, que seriam diferentes de todas as outras. Eu pelo menos quero acreditar que são.

Têm bons empregos, cargos relevantes, mas necessidades e desejos muito acima da média. Sonham com mais, muito mais e por isso dispõem-se a tudo, ou a quase tudo, para atingirem o que se propuseram. Nem sempre necessitam de usar o corpo, por vezes apenas acompanham, conversam, e tratam bem. Lançam o charme que as envolve e conseguem ajudar na concretização de negócios.

A Maria, chamemos-lhe assim, é habitué de 2 ou 3 clientes. A sua perspicácia já lhe granjeou muitos elogios, depósitos chorudos, presentes fantásticos e viagens de sonho. Sabe estar, falar de tudo, e seduzir como poucas. Veste com classe, roupas de estilistas famosos, tem um personal stylist e joias de um bom gosto irrepreensível. A Andreia, outro nome fabricado, tem TUDO no lugar. É de uma beleza estonteante, até para mim que sou mulher. Tem uns quantos tiques de segurança que lhe assentam como uma luva e nada, mas mesmo nada nela é digno de reparo. Os olhos são enormes e de um verde que nos entra na alma. Os cabelos, longos, até quase aos seios, convidam ao toque e certamente que terão um cheiro que se colará ao corpo e à vontade de os não largar.

Passei a perceber, muito bem, porque são tão bem-sucedidas. Ninguém consegue passar por elas de forma inadvertida e quem as tiver, mesmo que por breves momentos, sentir-se-á grato e mais enriquecido.

O que foi comum às duas, foi o limite imposto para a  "actividade". Sabem até quando e onde pretendem ir e garantem que sairão de tudo isto mais bem preparadas. Acreditam que terão uma bagagem emocional que as elevará e que as experiências partilhadas, não poderiam ter acontecido de outra forma.

Fui forçada a admirar a sua coragem, tenacidade e conquistas pessoais. A mulher é mesmo um ser de inúmeras habilidades e capacidades. Ainda me ri imenso do convite que me endereçaram, porque segundo elas, também eu poderia sair-me muito bem e estavam mais do que prontas para me auxiliarem.

Nunca se diz nunca...

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...