16.8.17

Anos e anos de fantasia...

Imagem relacionada
Feelme/Anos e anos de fantasia...Tema: Sentimentos!

Por vezes deixamo-nos viver assim, a fantasiar quem queríamos manter na nossa vida. Atribuímos-lhe um olhar que é apenas nosso, que seria como desejávamos ser olhados. Damos-lhe um poder que nos guia a vida e a condiciona. Por vezes apenas vivemos anos e anos de fantasia e a pessoa que está mesmo do nosso lado, nunca existiu ou esteve sequer próximo da nossa realidade. Por vezes negamo-nos o salto de fé que devolveria sentido ao que somos, a única pessoa que importa e que poderá mudar o que não se encaixa, voltando a viver com sentido.

Anos e anos de fantasia que alguém quebrou em algumas horas, porque nada melhor que outra mente, um olhar novo e directo ao que nos esforçámos por esconder, sobretudo de nós. Anos e anos de fantasia à espera que um outro seja responsável pela felicidade que nos cabe, mas que apenas nós poderemos conquistar. Anos e anos de fantasia, porque nem sempre conseguimos ter quem realmente sabe de nós e nos completa. Anos e anos de fantasia a deixar de ser e querer, para que outro possa ser, ter e sentir o que nos falha.

Foi preciso ver-te, conhecer-te e ser tocada por ti, por dentro, para perceber o que nem os anos de muito amor solitário conseguiram. Foi preciso ouvir da tua boca, vindo de de cada sorriso com que os teus lábios me presentearam, para que eu aceitasse que já chegou o momento de parar de fantasiar. Não tenho como ser duas pessoas, com a mesma vontade de amar e dar amor. Não tenho como esperar, quieta e sem razões para me mover, por quem continua a viver, da sua forma, a única que poderá conhecer, mas que apenas me recorda que não me conhece. Não tenho como já não ouvir o que até eu me dizia e que sentido fez quando o fizeste...

Anos e anos de fantasia, mas que terminaram assim que decidi voltar ao comando da única vida que me pertence, a minha. Obrigada por estares no lugar certo da minha vida, quando já nada perecia poder acertar-se.

Publicação em destaque

Finais que sabem a recomeços!

Somos o fruto das nossas escolhas, até das que adiamos. Somos os lugares por onde passamos e cada uma das pessoas que nos marcam, mes...