26.12.17

As palavras carregam poder!



As palavras carregam poder e ninguém o deveria ignorar, porque quando as usamos, de cada vez que as temos, escritas, pela mão de alguém, saindo bem de dentro, saberemos que de alguma forma, o que foi dito lhes pertencia. As palavras dizem muito de quem as usa e bem mais de quem as recusa. As palavras fazem-nos ganhar e perder pessoas. As palavras, permitem-nos viajar por mundos aos quais não teríamos acesso, se não as lêssemos. As palavras devem ser ditas e escritas, na medida certa, sob o risco de deixarem de ter qualquer impacto.

Não te repitas, não teimes em mostrar-te vitimizada, não queiras que te entendam, sobretudo se o que dizes não vier de ti. Não faças das palavras o que fizeste dos outros, porque terás mais do mesmo, terás o nada que o nada representa quando deixaste de representar algo para alguém.

Deixa-te de tretas, para de tentar lixar com F os pobres que por aqui andam, sobretudo quem te tiver amado, sem nunca ter sentido qualquer receio em to afirmar. Larga as balelas e escreve, tu mesma, com a tua mão, o que estiveres a sentir, mesmo que pareça não fazer qualquer sentido. Pára, de te segurares, porque quando finalmente quiseres deixar-te ir, já não terás palavras que bastem.

Porque será, aparentemente, mais fácil fugires de ti mesma, quando já tiveste quem teria fugido do mundo e quem teria perdido tudo para não te perder? Porque continuas escondida de tudo o que te move, achando que apenas assim estarás realmente visível, para os que não sabem nada de ti, nem sequer se importam com o que te importa? Porque arriscas perder o que conquistaste, pelas palavras, até teres escolhido ficar muda?

Eu tenho palavras que bastem para te explicar tudo, se ao menos soubesse que me irias ler, com a atenção que dispensaste a ti mesma. Eu posso dizer-te, sem qualquer dúvida, que as palavras servem um propósito em tudo o que, propositadamente, deixarmos acontecer. Eu tenho palavras para ti, mas deixaram de te servir, porque assim o escolheste tu e eu respeitei-te, com as palavras e sem elas...As palavras carregam poder