31.12.17

As saudades apertam, sobretudo nestas datas...

45b6d74057fa952c2e6bfefa71b7822d


Quando abres mão de quem te quis como sempre desejaste, em alturas como esta, em que todos parecem festejar alguma coisa, tu festejas as mágoas que te começam a corroer, sem parar!

As saudades apertam, sobretudo nestas datas, se deixaste palavras por usar, acções por explicar e outros beijos, dentro de todos os que conseguiste dar, mas que ficaram a faltar. As saudades, de quem te fazia acordar pronto e adormecer tranquilo, apertam, mas apenas porque estamos numa altura em que todas as outras, as que deixaste arrastar, te cobram a cobardia e a ousadia de achares que voltarias, de alguma forma, a ter o que tiveste antes. Ela era o brilho no olhar que todos conseguiam ver. Ela era cada um dos risos que vinham em catadupa, enquanto rias sem saber do quê. Ela era a tua esperança num futuro menos cinzento, cheio de um vai vem infinito, mas que te manteria vivo. Ela era o corpo que o teu reconhecia e que se encaixava, sem qualquer esforço, mesmo que tivesses que te esforçar por não a deixares de satisfazer. Ela era a bebida que escolhias com todo o requinte e que te aquecia por dentro, adoçando-te a boca com que a cobririas. Ela era a que te dizia o que te custava ouvir, mas que assim mesmo sabias ser a verdade e por isso a aceitavas. Ela era quem tinhas, mas não tens mais...

As saudades só existem porque representam o que perdemos e as perdas são assim, duras de suportar, não importa quanto tempo passe. As saudades apertam, sobretudo nestas datas, porque a solidão e a visão de um mundo a fingir te afligem ainda mais. As saudades apertam quando era real e genuíno o amor que te dispensavam e assim mesmo recusaste vê-lo. As saudades apertam para quem irá continuar a ter saudades de tudo e é assim que te sentes hoje. É assim que te continuas a lembrar de mim. É assim que percebes o que já perdeste. É assim que passas a saber, porque o sabor amargo se apodera de ti, que depois de abrires mão da felicidade, poderás nunca mais voltar a ser feliz.

Lamento se estejas a sentir saudades de mim, mas isso apenas significa que me perdeste...