Será que mudarias alguma coisa se soubesses?

Woman With Black Hat


Não sei se mudarias alguma coisa, se te apressarias a saber de mim, ou se te importaria saber que me vou embora, que em breve deixarei de estar à tua distância, a real, porque a emocional foi imposta por ti e já é enorme.


- Porque não lhe contas?
- Porque não é importante, porque não tem que ser por qualquer outra razão, que não a de me querer     realmente.
- Não gostarias que te contasse, se estivesses no lugar dele?
- Numa situação normal, CLARO que sim, mas para que me apresasse a decidir o que apenas
  me deveria caber a mim? NÃO, de todo.

Vamos voltar à frase, já um pouco gasta, que diz que quem ama cuida e quer saber do outro, mas a ser assim, nada se deveria interpor entre o que sabemos ser certo e a necessidade que tem o outro de que vejamos o visível. Se soubermos quem é que nos deixará bem. Se tivermos tempo de perceber quem está do outro lado, então essas serão as razões que bastam e a solução passará por cuidar, amando e estando presente.

A minha intuição certamente que não me enganará, e ela diz-me que não mudarias nada e que ainda te fecharias mais. Certamente que acabarias a correr, mais rápido, para a direcção BEM contrária à minha. Já aceitei todas as decisões, ou a falta delas e a comprová-lo basta que olhe para a minha passividade. Já não me tiras o sono e deixei de te ter nos sonhos, agora só preciso de ultrapassar a minha, quase inércia, perante a possibilidade de recomeçar algo com alguém novo, porque a verdade é que eu estou numa outra onda, estou de malas feitas e já não cabe mais ninguém na minha bagagem. Deixei de acreditar que exista quem saiba o que quer e espera da vida. Quem esteja no mesmo ritmo, e por isso afasto-me para não ter que afastar. Não é o correcto, não deveria estar convictamente , mas é o que se arranja por agora.

A pedido de muitas famílias eu prometo que mudarei o tom das próximas palavras, é que existem coisas sobre as quais nem vale a pena falar, porque acabam a estragar tudo o resto. Quem me conhece sabe que não sou derrotista bem pessimista e no final das contas este post só deveria ter a pergunta que fiz:

"Será que mudarias alguma coisa se soubesses"? Bastaria um NÃO redondo como resposta e isso sim seria escrever algo produtivo!