27.4.18

Apaga as luzes e vem...


O que tenho em mente certamente que te vai deixar como me deixas sempre, pronta, mais apaixonada e carregada de todo o prazer que te quero passar, por isso apaga as luzes e vem, vem que a nossa música vai começar a tocar!

Hoje o dia é todo para ti e já há muito que penso nisto. Deixas-me envolto numa vontade de ti que não diminui e nada parece conseguir acalmar, nem sequer essa boca que quase me enlouquece quando se cola à minha e me assegura que é nela que quero permanecer. Deixas-me capaz de todo o arrojo,  mesmo que sejas tão tranquila nesse fogo inato que não preciso de me exceder, fá-lo tu, aparentemente sozinha, de sorriso malandro e olhar que me mata, cada dia mais, para me fazer voltar a viver.

Apaga as luzes e vem até a mim, estou à espera de tocar cada pedaço desse corpo que dizes ser meu. Estou a sentir as batidas da música que se misturam com o bater do meu coração, aceleradas e suaves, apressadas e duma lentidão que me permitem ver-te, centímetro a centímetro, linda, segura e minha.

Apaga as luzes e vem, estou pronto para ti...