21.5.18

Quando a realidade nos acorda para as pessoas...

she seems to be a protective mom, based on the look she's giving lol


Uma coisa é o que sonhamos, desejamos e planeamos, outra bem diferente, é a realidade como se apresenta, imperfeita e exigente!

Quando a realidade nos acorda para as pessoas que nos rodeiam, mostrando o seu verdadeiro papel "aqui" e pode tão-somente ser o de destabilizar, magoar ou impedir de brilhar, podemos fazer uma de duas coisas, resistir ou morrer. Cada um é o que tem, mesmo que com muitos enfeites ou barulhos, por isso teremos que saber como encaixar quem nos rodeia, ou afastá-los para sempre.

As lições serão tão duras quanta a nossa teimosia, e se nos recusarmos a entender e a aprender, algo ou alguém o fará por nós, provavelmente da forma mais dura.

Gostava de conseguir continuar a proteger os meus dos mortos-vivos deste mundo, mas na impossibilidade de poder estar sempre por perto, vou-me mantendo alerta, tentando que aprendam tudo o que já aprendi, mas de forma mais suave e quem sabe assim não os alivio de alguma carga. Gostava, muito, que não precisassem de sentir receio de acreditar, de confiar e de amar incondicionalmente, mas a verdade é que a espada deverá estar sempre com eles, mesmo que embainhada. Gostava de lhes poder dizer que lhes bastará serem bem formados e terem carácter, para atraírem os respectivos pares, mas estaria a dizer uma enorme mentira, assim sendo, digo-lhes para não desistirem à primeira e para exigirem na proporção do que derem, porque se não disserem como queremos ser tratados, o mais provável é que ninguém se importe.

Quando a realidade nos acorda para as pessoas que não prestam, sacudimos os ombros e escolhemos o nosso melhor sorriso, depois só teremos que continuar em frente, para que eventualmente cheguem os que importarão.