Perdi-te, deixei-te ir...

Rain.....  deep in thought.


Quando era eu a prometer-te o que ainda não tiveras, esperava que mais ninguém te chegasse ao coração que me passara a pertencer. No momento em que percebi que me estavas reservada, passei a querer muito mais do que fôra capaz até ali. Cada uma das palavras que trocámos nunca me soube a demasiado, mesmo que tivesse sentido o frio a invadir-me à mesma velocidade que o amor por ti. Enquanto me movi pela coragem de nunca mais te voltar a perder, enganei-me o bastante para correr, como um louco, até ao lugar onde te tive, mas do qual fugi para não ter que me ver como era, pequeno, desprovido de coragem e louco o bastante para largar a única mão que agarrou a minha porque me queria, a mim, apenas a mim...

Ainda não sei o que fiz, talvez porque não seja capaz, não sozinho e talvez não porque se tornaria ainda mais doloroso admitir que mastiguei bem mais do que seria capaz de engolir. Ainda não se passou tempo suficiente para que o tempo que me fustiga me liberte de mim, da porcaria que fiz e que me persegue e ensombra. Ainda não tenho de volta a serenidade que tanto procurei, mas que me fugiu pelos dedos quando te vi ir.

Gostava tanto que soubesses de mim, da pessoa que te amou como acreditas ter sentido, porque foi real. Matava por um momento que apagasse todos os que te magoaram quando tinha prometido nunca o fazer. Tive que te ouvir dizer que não te quis o bastante para cuidar do amor que trocámos. Carreguei cada uma das palavras amargas com as quais atiraste o meu orgulho para o esgoto. Fiquei impotente perante tanta verdade e lucidez, porque afinal nunca te enganaste quando me viste realmente.

Quando e enquanto fui eu a querer o impossível, nunca me lembrei de questionar o que te prometia e a verdade é que nunca cheguei perto do que sonhava para nós. Enquanto me enganei, por não saber o verdadeiro significado de um amor para sempre, dei-te umas quantas migalhas, mas nem mesmo aí protestaste. Enquanto e durante o tempo que te amei, sei que fui amado de volta, tanto que certamente gastei todas as minhas vidas quando o desperdicei. Quando te abandonei, perdi todas as chances de me ter de volta e ser feliz!

0 comentários:

Enviar um comentário

Atualizações do Instagram

Subir